Fundado em 17 de abril de 1904
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos

21/04/1926 - BANGU 1 x 0 SÍRIO E LIBANÊS

FICHA TÉCNICA
Competição:
Campeonato Carioca
Local:
Figueira de Melo
Árbitro:
Virgílio Fredrighi
Pastor, Áureo e Luiz Antônio; César, Frederico e Arnô; Christolino, Fausto, Plínio, Ladislau e Silvio.
Sírio e Libanês:
Cota, Rodrigues e Jaime; Lemos, Rogério e Heitor; Alê, Rocha, Eduardo, Viola e Amphrielo.
No 1º tempo: Christolino.

. . . . . . . . . . . . . . .

A saída foi dada por Plínio do Bangu, que atacou firme, obrigando duas defesas de Cota. O jogo tornou-se desde logo movimentado, revezando-se os ataques e havendo certo equilíbrio. Algumas faltas foram punidas pelo árbitro e o jogo foi prosseguindo animado, notando-se que todos os jogadores esforçavam-se para conseguir vantagem. Pastor, o goleiro banguense, fez duas boas defesas e, com ataques de um e outro, a partida foi transcorrendo animada, despertando entusiasmo na assistência. A linha do clube suburbano atacava, entretanto, com mais calma e perícia. Em compensação, o triângulo final do clube tricolor jogava bem. O jogo continuou bem disputado até que Christolino, driblando Jaime, fez a bola aninhar-se na rede do Sírio com grandes aclamações. Foi assim marcado o gol do Bangu. O Sírio, reagindo, procurou desfazer a diferença, mas os defensores do Bangu, sempre atentos, anularam facilmente os ataques. Os últimos minutos do primeiro tempo foram ainda de visível equilíbrio, mas havia mais segurança nos passes dos jogadores banguenses. Afinal, o juiz deu como terminada a primeira fase de luta.

Recomeçada a peleja prosseguiu o embate com fases de emoção, atacando fortemente o quinteto avante do clube alvirrubro, a quem ainda nesta fase coube o predomínio do jogo, sem contudo conseguirem seus elementos vencer os defensores do Sírio, terminando o tempo com o domínio do Bangu, mas sem a alteração do escore de 1 x 0 a favor do querido clube suburbano.

Preliminar: O jogo dos segundos quadros teve a disputá-lo os seguintes:
Sírio e Libanês: Jarbas, Heitor e Seat; Jurandi, Adolfo e Jacques; Aprígio, Medina, Gentil, Álvaro e Carango.
Bangu: Mattos, Carregal I e Carregal II; Lauro, Oscar e Orlando; Neco, Álvaro Valote, Floriano, Américo e Nicanor.
O primeiro tempo terminou com o escore de 2 x 1 favorável ao Sírio. Álvaro e Gentil foram os autores dos pontos do tricolor. No segundo meio tempo o Bangu reagiu e Valote conseguiu vazar mais duas vezes a cidadela de Jarbas. Atacou o Sírio e Álvaro veio a marcar o terceiro gol para este. Não se desnorteou o Bangu e, pouco depois a pugna estava outra vez desempatada, pois Valote - um bom atacante - conquistou o quarto tento para os seus. Poucos minutos faltavam para findar o jogo, quando Álvaro aninhou a esfera na rede contrária, empatando novamente a partida. E o jogo assim terminou com um empate de 4 x 4.

     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.116
Vitórias 1.713
Empates 980
Derrotas 1.423
Gols Pró 7.267
Gols Contra 6.306
Saldo de Gols 961
Artilheiros
 
Ladislau 229
Moacir Bueno 202
Nívio 152
Menezes 138
Zizinho 124
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 97
Arturzinho 93
Marinho 83