Rio de Janeiro, quinta-feira, 21 de setembro de 2017 - 18h19min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos

21/03/1985 - VILA NOVA (GO) 3 x 2 BANGU

FICHA TÉCNICA
Competição:
Taça de Ouro - Grupo D - Returno
Local:
Estádio Serra Dourada
Renda:
Cr$ 23.675.000,00
Público:
4.873 pagantes
Árbitro:
Ângelo Antônio Ferrari
 
João Roberto; Meri (Washington), Ronaldo pato, Ademir e Nílton; Nélio, Silva e Héber; Zé Henrique (Dionísio), Bill e Júlio César
Gilmar; Velton, Jair, Oliveira e Márcio; Israel, Pingo e Mário; Pedrinho Gaúcho, Fernando Macaé e Ado
Técnico: Moisés
Bangu 1 x 0: Ado, aos 37min do 1º tempo
Bangu 1 x 1: Bill, aos 39min do 1º tempo
Bangu 1 x 2: Ronaldo Pato, aos 40seg do 2º tempo
Bangu 2 x 2: Pingo, aos 38min do 2º tempo
Bangu 2 x 3: Bill, aos 39min do 2º tempo

. . . . . . . . . . . . . . .

Júlio César entorta o Bangu no Serra Dourada: Vila 3 a 2
Fonte: Jornal dos Sports

GOIÂNIA - O Bangu voltou a jogar muito mal e sofreu sua segunda derrota no segundo turno da Taça de Ouro. Desta vez foi para o Vila Nova, de Goiás, no Serra Dourada, por 3 a 2. O time carioca foi entortado pelo ponta-esquerda Júlio César, também conhecido como "Uri Geller" pelos seus dribles desde os tempos de jogador do Flamengo. Ele não marcou gol, mas cobrou com perfeição duas faltas, que obrigaram o goleiro do Bangu, Gilmar, a soltar nos pés dos jogadores do Vila Nova, que transformaram em gol.

Foi uma partida muito ruim, sem técnica e criatividade, jogada pelas duas equipes. Mesmo assim, o jogo agradou pela alternância no marcador. O Bangu abriu o placar aos 37 minutos do primeiro tempo, quando Pedrinho gaúcho lançou Ado, que na saída do goleiro do Vila Nova, tocou para o fundo da rede. Dois minutos depois, no entanto, Júlio César cobrou com violência e efeito uma falta, Gilmar espalmou e Bill completou.

Logo aos 40 segundos do segundo tempo, novamente Júlio César cobrou falta, Gilmar soltou e o zagueiro Ronaldo Pato tocou de cabeça para fazer Vila Nova 2 a 1. O jogo foi se arrastando até os 38 minutos, quando numa bela jogada Mário colocou Pingo em ótimas condições para chutar e empatar o jogo. O Bangu ainda comemorava, quando Dionísio foi lançado, penetrou e tocou para Bill, sozinho, desempatar: 3 a 2. O Bangu ainda tentou igualar o jogo, mas não conseguiu.

     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.133
Vitórias 1.728
Empates 979
Derrotas 1.426
Gols Pró 7.305
Gols Contra 6.332
Saldo de Gols 973
Artilheiros
 
Ladislau 231
Moacir Bueno 203
Nívio 152
Menezes 137
Zizinho 125
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 83