Rio de Janeiro, quinta-feira, 21 de setembro de 2017 - 10h51min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos

03/04/1985 - BANGU 1 x 1 PINHEIROS (PR)

FICHA TÉCNICA
Competição:
Taça de Ouro - Grupo D - Returno
Local:
Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho
Renda:
Cr$ 6.360.000,00
Público:
1.272 pagantes
Árbitro:
Manoel Amaro de Lima (PE), auxiliado por Carlos Alberto Valente e José Nascimento Silva (ES)
Gilmar; Márcio, Jair, Oliveira e Baby; Lulinha, Pingo (Pedrinho Gaúcho) e Mário; Marinho, Fernando Macaé (Roberto Biônico) e Ado
Técnico: Moisés
Toinho; Soter, Maurício, Nenê e Dionísio; Norberto, Renato Sá e Marinho; Camargo (Capitão), Mauro (Márcio) e Marquinhos
Bangu 0 x 1: Marquinhos, aos 34min do 1º tempo
Bangu 1 x 1: Fernando macaé, aos 40min do 1º tempo
Marinho, Maurício e Renato Sá (Pinheiros)
Soter (Pinheiros)

. . . . . . . . . . . . . . .

Bangu domina jogo mas não consegue vencer Pinheiros
Fonte: Jornal O Dia

Jogando em Moça Bonita contra o Pinheiros, campeão do Paraná, o Bangu perdeu um ponto precioso empatando em 1 a 1, num jogo em que teve a superioridade técnica, mas não soube traduzir tal vantagem no marcador. O forte calor em Moça Bonita influiu muito no time visitante, assim como a expulsão de Soterprejudicou o time paranaense. O pequeno público observou bons lances, mas poucas emoções de gol durante os 90m, pelo esquema defensivo dos visitantes.

O primeiro tempoterminou 1 a 1, mas o Bangu poderia ter conseguido a vitória parcial não fosse as oportunidades de gols disperdiçadas. Só o apoiador Pingo perdeu duas excelentes chances. Embora melhor, o Bangu acabou sofrendo um gol de contra-ataque, numa bobeada da defesa. Aos 34 minutos, Marquinhos cabeceou livre para marcar.

O Bangu foi todo à frente tentar tirar a diferença. E conseguiu empatar aos 40 minutos, depois de uma bonita jogada de Lulinha, que se livrou de dois adversários e deu limpa para Fernando Macaé chutar com precisão.

O Bangu voltou com tudo na etapa complementar. Só a vitória interessava, logo o jeito era fazer pressão e isso foi feito. As chances surgiram, mas Mário e Ado perderam as oportunidades. Para dar mais força ofensiva ao time, Moisés retirou Macaé e colocou Roberto Biônico no comando aos 19m, no momento em que era expulso de campo Soter, por agressão ao adversário. Ele já tinha levado cartão amarelo.

     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.133
Vitórias 1.728
Empates 979
Derrotas 1.426
Gols Pró 7.305
Gols Contra 6.332
Saldo de Gols 973
Artilheiros
 
Ladislau 231
Moacir Bueno 203
Nívio 152
Menezes 137
Zizinho 125
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 83