Rio de Janeiro, sexta-feira, 24 de novembro de 2017 - 18h06min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos


FÊNIX 1 x 1 BANGU

FICHA TÉCNICA
Competição:
Copa Rio (2ª fase)
Local:
Estádio Paulo Fernandes, em Barra do Piraí
Data-Hora:
Sábado, 04/09/2010 - 15h
Renda:
-
Público:
- (partida realizada com portões fechados)
Árbitro:
Pathrice Wallace Correa Maia (RJ)
Auxiliares:
Ricardo Nogueira da Silva (RJ) e Marcelo da Silva Cardoso (RJ)
Mota; Robinho, Murilo, Thiago e Jhonatan (Vitor); Arimax, Caio, Elan e Paulo Vitor; Leo e Iago (Danilo).
Técnico: Gether Jorge.
Espíndula; China, Abílio, Raphael Azevedo e Marcos Vinícius (Alex Alves); Marcão, André Barreto, Guzzon (Marcelo) e Tiano; Fabiano Lopes (Gilmax) e Pipico.
Técnico: Mazolinha.
Arimax e Paulo Vítor (Fênix); Raphael Azevedo (Bangu)
-
Bangu 0 x 1: Iago, aos 15min do 1º tempo
Bangu 1 x 1: Tiano, aos 16min do 1º tempo

. . . . . . . . . . . . . . .

Bangu arranca empate e continua liderando
Fonte: Fabio Menezes (Papo Esportivo)

Mesmo dominando a partida - sobretudo no segundo tempo - o Bangu empatou com o Fênix em 1 a 1 na tarde deste sábado (4), no estádio Paulo Fernandes, em Barra do Piraí, pela terceira rodada da segunda fase da Copa Rio de Profissionais e se manteve na liderança do Grupo B da competição. Com o empate o time da Zona Oeste chegou aos sete pontos e é o único invicto da chave. Já a equipe de Barra Mansa marcou o seu primeiro ponto e subiu para a quarta colocação.


O jogo

Na etapa inicial o equiíbrio foi grande desde o início. Aos 15 minutos em jogada de contra-ataque, Iago entrou pela direita e bateu cruzado na saída de Espíndula, abrindo o marcador para o Fênix.
No minuto seguinte, o Bangu chegou ao empate em pênalti cometido pelo zagueiro Thiago, ao interceptar com o braço, o cruzamento de Tiano em cobrança de escanteio. O próprio Tiano bateu forte e Mota não alcançou.

Explorando a velocidade dos seus homens de frente, a equipe do interior levava perigo, mas o goleiro Espíndula, fez grande defesa aos 35 minutos em chute frontal do meia Elan.

No último minuto, o Bangu quase chegou ao segundo gol em chute forte da entrada da área do lateral China que Mota mandou para escanteio.

Na etapa final, o técnico Mazolinha promoveu a entrada dos atacantes Marcelo e Alex Alves para tentar dar mais poder de conclusão ao ataque banguense. E o alvirrubro ganhou mais volume e presença ofensiva, mas pecou nos arremates, mesmo com pleno domínio. O meia Gilmax também entrou para dar mais consistência na criação. Apesar das mudanças, o Bangu não conseguiu sair com a vitória por conta das chances desperdiçadas.

Quando ameaçado, o time da Zona Oeste contou com a presença do goleiro Espíndula, que votou a salvar a meta banguense aos 26 minutos, mais uma vez em chute de Elan, garantindo o empate em 1 a 1.

Para o técnico Mazolinha, o ponto conquistado fora de casa foi importante. "No primeiro tempo estávamos desconcentrados e a nossa atuação foi abaixo da crítica. Crescemos na etapa final, tivemos mais volume e chances, que não soubemos convertê-las em gols, mesmo com quatro homens de frente. O mais importante foi somar um ponto no reduto do adversário", disse o comandante.

. . . . . . . . . . . . . . .

Video do jogo
 
 

Foto do jogo
 
Foto: Fabio Menezes
 
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.116
Vitórias 1.713
Empates 980
Derrotas 1.423
Gols Pró 7.267
Gols Contra 6.306
Saldo de Gols 961
Artilheiros
 
Ladislau 229
Moacir Bueno 202
Nívio 152
Menezes 138
Zizinho 124
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 97
Arturzinho 93
Marinho 83