Rio de Janeiro, quinta-feira, 21 de setembro de 2017 - 18h25min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos


VOLTA REDONDA 1 x 5 BANGU

FICHA TÉCNICA
Competição:
Copa Rio (2ª fase)
Local:
Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda
Data-Hora:
Sábado, 25/09/2010 - 15h
Renda:
R$ 900,00
Público:
245 pagantes
Árbitro:
William Marcelo de Souza Nery (RJ)
Auxiliares:
Wagner de Almeida Santos (RJ) e Jackson Lourenço Massara dos Santos (RJ)
Thiago Cunha; Gustavo Correa (Diego), Daniel Marins, Gustavo Gomis e Luan; Marlon (Daniel), Nandinho, Léo Gonçalves, Nasa (Santoro); Tiago Costa e Leonardo.
Técnico: Élson Roberto.
Carlos Eduardo; China, Abílio (Caboclo), Johnny e Gedeílson; Raphael Azevedo, André Barreto, Thiago Galhardo (Nado) e Tiano (Edu); Marcelo e Pipico.
Técnico: Mazolinha.
Gustavo Gomis e Tiago Costa (Volta Redonda) e Abílio (Bangu)
-
Bangu 1 x 0: Pipico, aos 24min do 1º tempo
Bangu 2 x 0: Pipico, aos 37min do 1º tempo
Bangu 3 x 0: Pipico, a 1min do 2º tempo
Bangu 4 x 0: Tiano, aos 16min do 2º tempo
Bangu 5 x 0: Gedeílson, aos 19min do 2º tempo
Bangu 5 x 1: Diego, aos 43min do 2º tempo

. . . . . . . . . . . . . . .

Goleada alvirrubra na Cidade do Aço
Fonte: Fabio Menezes (Papo Esportivo)

Em sua melhor exibição na Copa Rio, o Bangu derrotou na tarde deste sábado (25) no Estádio da Cidadania o Volta Redonda por 5 a 1, pela quarta rodada, encerrando a sua participação na segunda fase da competição. Com o resultado, o time da Zona Oeste assegurou o primeiro lugar do Grupo B, com 18 pontos, mesmo folgando na última rodada. O alvirubro tem sete pontos a mais que Tigres do Brasil e Voltaço equipes que estão na briga pela segunda vaga.


A partida

Impondo um bom futebol e beneficiado pelos seis desfalques da equipe da Cidade do Aço, o Bangu teve o jogo à sua feição desde os primeiros minutos, sobretudo pela saída do atacante Gustavo Correa - que atuou pelo alvirrubro no estadual - logo aos oito minutos, contundido.

No toque de bola e explorando a velocidade de China pela esquerda, o Bangu contava com os lançamentos de Tiano para buscar as jogadas em velocidade de Pipico, que aproveitava o espaço criado na movimentação constante de Marcelo no comando de ataque.

Aos 24 minutos, aproveitando erro de passe de Tiago Costa, Pipico livrou-se de dois zagueiros e bateu cruzado sem chances para Tiago Cunha, abrindo o marcador para o Bangu.

Sentindo a ausência de Gláuber, o Voltaço não conseguia no toque de bola penetrar na defensiva banguense. O time passou a ameaçar com arremates de longa distância, exigindo pelo menos duas grandes defesas de Carlos Eduardo, que substituiu Espíndula.

Aos 37, em lance idêntico, Pipico aumentou a vantagem do Bangu, em jogada rápida pela esquerda, livrando-se da marcação e batendo no ângulo esquerdo de Tiago Cunha, fazendo 2 a 0.

Na segunda etapa, e com o mesmo ímpeto, o Bangu começou a desenhar a goleada. Pipico fez o terceiro gol logo no primeiro minuto, após rebote de cobrança de falta de Tiano. Envolvente no toque de bola, o alvirrubro aproveitava os espaços dados pelo Volta Redonda que tentava diminuir o marcador. Em saída rápida para o ataque, Marcelo sofreu falta na entrada da área e Tiano, em cobrança com extrema categoria, fez o quarto gol do Bangu, aos 16 minutos.

Mesmo perdido em campo, o Volta Redonda tentava o seu gol e teve a sua melhor chance com Daniel no minuto seguinte. Johnny salvou na pequena área. Aos 19, em jogada rápida, o Bangu fez o quinto gol com Gedeílson, batendo cruzado, após troca de passes entre Marcelo e Pipico, na grande área.

Tocando a bola, os comandados de Mazolinha garantiram a vitória maiúscula. Aos 43 minutos, aconteceu o gol de honra do Voltaço, marcado por Diego, após passe de Daniel pela direita.

Para o técnico Mazolinha, o Bangu mostrou que é candidato ao título, mas não se ilude com o placar dilatado. "Se a exibição foi convicente, impecável, o placar foi incomum. Não é todo dia que se ganha por 5 a 1. Porém, mostramos virtudes que nos fazem ter a certeza do bom trabalho realizado até aqui e a confiança na sequência da competição".

. . . . . . . . . . . . . . .

Video do jogo
 
 

Fotos do jogo
 
Foto: Fabio Menezes
 
 
Foto: Fabio Menezes
 
 
Foto: Fabio Menezes
 
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.133
Vitórias 1.728
Empates 979
Derrotas 1.426
Gols Pró 7.305
Gols Contra 6.332
Saldo de Gols 973
Artilheiros
 
Ladislau 231
Moacir Bueno 203
Nívio 152
Menezes 137
Zizinho 125
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 83