Rio de Janeiro, terça-feira, 25 de abril de 2017 - 21h14min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos
BANGU 1 x 3 VASCO DA GAMA
Informação - FICHA TÉCNICA - Súmula
Competição:
Campeonato Estadual (Taça Guanabara - 2ª rodada)
Local:
Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho (Moça Bonita), em Bangu (RJ)
Data-Hora:
Quinta-feira, 02/02/2017 - 16h30 (Horário Brasileiro de Verão)
Renda:
R$ 84.240,00
Público:
4.194 pagantes (4.844 presentes)
Árbitro:
João Batista de Arruda (RJ)
Auxiliares:
Jackson Lourenço Massarra dos Santos (RJ) e Daniel de Oliveira Alves Pereira (RJ)
Márcio; Denilson, Leonardo Luiz, Anderson Penna e Guilherme; Damian Eroza (Marcos Vinícius, 25'/2ºT), Raphael Augusto e Leandro Chaves; Bruno Luiz (Lorran, intervalo), Loco Abreu e Peralta (Matheus Pimenta, 29'/2ºT).
Técnico: Eduardo Allax.
Jordi; Yago Pikachu, Rodrigo, Luan e Alan Cardoso (Andrezinho, 29'/2ºT); Evander, Julio dos Santos (Bruno Gallo, 11'/2ºT), Guilherme Costa (Éderson, 32'/2ºT), Nenê e Escudero; Thalles.
Técnico: Cristóvão Borges.
Denilson, Damian Eroza, Guilherme e Lorran (Bangu); Escudero, Jordi, Alan e Evander (Vasco da Gama)
-
Bangu 0 x 1: Guilherme Costa, aos 38min do 1º tempo
Bangu 1 x 1: Loco Abreu, aos 8min do 2º tempo
Bangu 1 x 2: Thales, aos 14min do 2º tempo
Bangu 1 x 3: Nenê, aos 45min do 2º tempo
Juniores:
Bangu 1 x 1 Vasco da Gama
. . . . . . . . . . . . . . .
Loco Abreu marca, mas Nenê faz gol olímpico e garante vitória do Vasco
Fonte: Redação FutRio
Na primeira etapa, atacante uruguaio ainda perdeu um pênalti

Vindo de uma goleada no clássico, o Vasco da Gama não teve vida fácil na tarde desta quinta-feira (02). Pegando o Bangu de Loco Abreu, em Moça Bonita, o Cruzmaltino teve dificuldades, mas em tarde em que os garotos da base vascaína Jordi, Guilherme Costa e Thalles brilharam, além do craque Nenê, o Gigante da Colina venceu por 3 a 1. Loco Abreu deixou a marca dele pelo lado do Bangu, mas perdeu um pênalti.

Com o resultado, o Vasco pulou para a segunda posição do Grupo C da Taça Guanabara, antes que a partida entre Volta Redonda e Portuguesa tivesse início. Já o Bangu ocupa a última posiçao da chave, com apenas um ponto. Na próxima rodada o Cruzmaltino pega o Resende, em São Januário, no domingo, enquanto, na segunda, o Alvirrubro encara o Voltaço no Raulino de Oliveira.


Loco Abreu perde pênalti e novato do Vasco abre o placar

Numa tarde ensolarada em Moça Bonita, como de praste, quem começou botando fogo no jogo foi o Vasco da Gama. Logo aos sete minutos, Rodrigo teve chance clara pelo alto, mas furou a cabeçada em bola alçada pelo Nenê, mantendo o placar zerado. Aos 20, foi a vez de Guilherme tentar, a bola desviou em Eroza, e quase traiu o goleiro Márcio que conseguiu pôr para escanteio.

Aos 30, o time da casa teve a chance de inaugurar o marcador. O estreante Peralta foi derrubado por Jordi dentro da área. Loco Abreu pegou a bola, tendo a oportunidade de marcar seu gol 400 na carreira. Porém, bateu rasteiro no canto esquerdo e Jordi foi buscar, salvando o Cruzmaltino.

E quem não faz, leva. Oito minutos depois. Nenê botou bola na área, e o jovem Guilherme Costa, em sua primeira partida como titular do Gigante da Colina, subiu mais que todo mundo e cabeceou para baixo, sem chances para o arqueiro alvirrubro Márcio, que viu a bola balançar o barbante, determinando o placar da etapa inicial.


Dessa vez Loco marca, mas Thalles e Nenê dão vitória ao Cruzmaltino

Na segunda etapa, Loco Abreu logo se redimiu do pênalti perdido na primeira etapa. Aos oito minutos, Raphael Augusto cobrou falta na área, e Loco, mal marcado por Rodrigo, nem precisou sair do chão para cabecear para as redes, fazendo seu gol de número 400 na carreira e o sétimo diante do Vasco, em oito partidas.

Porém, o placar não se manteve em igualdade por muito tempo. Seis minutos depois, foi a vez do centroavante do Vascão balançar a rede. Nenê cobrou escanteio, Bruno Gallo desviou, a bola foi no travessão, mas na sequência do lance, Thalles, também pelo alto, testou para o gol. O goleiro Márcio chegou na bola, mas ela já havia passado a linha do gol.

Aos 39 minutos, Nenê já quase havia marcado um gol olímpico, se aproveitando do forte vento na Zona Oeste do Rio. Porém, na segunda tentativa, já aos 45, a bola entrou. Ele cobrou fechado, na primeira trave, e contou com a contribuição do goleiro Márcio para fazer um golaço, fechando o marcador em 3 a 1.

. . . . . . . . . . . . . . .

Video do jogo
 
 

Áudio do jogo
 
 

Fotos do jogo
 
Foto: João Carlos Gomes (BAC)
 
 
Foto: João Carlos Gomes (BAC)
 
 
Foto: João Carlos Gomes (BAC)
 
 
Foto: João Carlos Gomes (BAC)
 
 
Foto: João Carlos Gomes (BAC)
 
 
Foto: João Carlos Gomes (BAC)
 
 
Foto: João Carlos Gomes (BAC)
 
 
Foto: João Carlos Gomes (BAC)
 
 
Foto: João Carlos Gomes (BAC)
 
 
Foto: João Carlos Gomes (BAC)
 
     
Livros
 
Estatísticas 2017
 
Jogos 12
Vitórias 2
Empates 3
Derrotas 7
Gols Pró 9
Gols Contra 22
Saldo de Gols -13
Aproveitamento 25%
Artilheiros 2017
 
Loco Abreu 3
Leandro Chaves 1
Raphael Augusto 1
João Guilherme 1
Guilherme 1
Carlinhos 1
Anderson Penna 1