Rio de Janeiro, quarta-feira, 26 de julho de 2017 - 07h28min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos
NOVA IGUAÇU 2 x 1 BANGU
Informação - FICHA TÉCNICA - Súmula
Competição:
Campeonato Estadual (Taça Rio - 1ª rodada)
Local:
Estádio Jânio Moraes (Laranjão), em Nova Iguaçu (RJ)
Data-Hora:
Sábado, 11/03/2017 - 15h30
Renda:
R$ 8.730,00
Público:
673 pagantes (777 presentes)
Árbitro:
Elton Azevedo  (RJ)
Auxiliares:
Andréa Izaura Maffra Marcelino de Sá (RJ) e Gilberto Stina Pereira (RJ)
Jefferson; Crispim, Bruno Simões, Murilo Henrique e Lucas; Iuri Pimentel, Paulo Henrique (Anderson 26'/2ºT), Caio Cezar; Marlon (Patrick 24'/2ºT), Adriano e Wescley (Renan Silva 29'/2ºT).
Técnico: Edson Souza
Márcio; Thiaguinho, João Guilherme, Anderson Penna e Guilherme; Damian Eroza, Denilson (Marcos Vinícius 40'/1ºT), Raphael Augusto e Leandro Chaves (Bruno Luiz - intervalo); Matheus Pimenta e Loco Abreu (Mauro Silva 31'/2ºT).
Técnico: Roberto Fernandes.
Jefferson e Renan Silva (Nova Iguaçu); Denilson, Matheus Pimenta, Damian Eroza, João Guilherme, Guilherme e Mauro Silva  (Bangu)
-
Bangu 0 x 1: Wescley, aos 25min do 1º tempo
Bangu 1 x 1: João Guilherme, aos 22min do 2º tempo
Bangu 1 x 2: Adriano, aos 36min do 2º tempo
. . . . . . . . . . . . . . .
Nova Iguaçu vence Bangu na estreia pela Taça Rio, em jogo emocionante
Fonte: Redação FutRio
Adriano volta a decidir e Jefferson faz defesa milagrosa nos acréscimos

O Nova Iguaçu estreou na Taça Rio com vitória, neste sábado (11). No Estádio Jânio Moraes, o Orgulho da Baixada derrotou o Bangu por 2 a 1 e começou com o pé direito sua trajetória no segundo turno do Estadual. O jogo teve contornos emocionantes, com direito a uma defesa do goleiro Jefferson no último minuto do jogo. Wescley e Adriano fizeram os gols iguaçuanos, com João Guilherme descontando.


Primeiro tempo de pouca emoção

Nos primeiros 20 minutos de partida, o Bangu levou mais perigo e teve uma primeira oportunidade, através do zagueiro João Guilherme. Ele bateu falta e Jefferson espalmou a escanteio. Só depois da parada técnica é que o jogo melhorou um pouco. E o Nova Iguaçu aproveitou: aos 26, Iuri deu lançamento longo e Wescley ficou no mano a mano com o goleiro Marcio, tocando no canto contrário do arqueiro para abrir o marcador: 1 a 0 Nova.

O Nova Iguaçu seguiu em cima e quase aumentou aos 37. Paulo Henrique bateu falta com categoria, mas a bola explodiu no travessão. Em seguida, resposta do Bangu, na mesma moeda: Matheus Pimenta fez boa jogada pelo lado e tentou cruzar, mas a bola encobriu Jefferson e caiu acertando também o travessão laranja. Foram as últimas oportunidades da etapa inicial de jogo.


Jogo melhora e Nova Iguaçu se impõe

Depois do intervalo, o técnico Roberto Fernandes, do Bangu, avançou o time, colocando o atacante Bruno Luiz no lugar de Leandro Chaves. Porém, o jogo permaneceu tão amarrado quanto no começo da primeira etapa. O Nova Iguaçu trabalhava melhor o passe. O time teve sua melhor chance num passe de Adriano para Marlon, que saiu na cara de Marcio, mas seu chute foi parado pelo goleiro banguense.

O Bangu voltou à carga e, depois do tempo técnico, acabou recompensado. Matheus Pimenta deixou Bruno Luiz na boa, mas chutou para defesa de Jefferson, que jogou a escanteio. Na sequência, Pimenta bateu córner na cabeça de João Guilherme, que foi para a área e subiu mais alto que os zagueiros iguaçuanos, testando no canto e marcando seu primeiro gol pelo Banguzão: 1 a 1.

Depois do gol, o jogo ficou aberto e com os dois times buscando sempre o ataque, mas persistiam os erros de passe. As torcidas se mostraram insatisfeitas e o técnico do time da casa, Edson Souza, ouviu gritos de "burro" ao trocar Paulo Henrique por Anderson. Já Loco Abreu, com atuação apagada pelo Bangu, saiu de campo sob gritos de "Ah, é Arturzinho", em solidariedade ao técnico que recentemente deixou o clube.

Em meio a tudo isso, veio o gol que seria o da vitória iguaçuana. Anderson, que tinha entrado havia poucos minutos, cruzou da direita, Thiaguinho não afastou e Adriano, de bico, chutou por baixo de Marcio. Estrela do técnico Edson Souza. Após o gol, o Bangu buscou sempre o ataque, mas esbarrou na defesa rival. Nos acréscimos, veio o lance decisivo: João Guilherme cabeceou após um escanteio e Jefferson defendeu em cima da linha. Defesa fantástica, que garantiu o triunfo do time da casa.

. . . . . . . . . . . . . . .

Video do jogo
 
 

Fotos do jogo
 
Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)
 
 
Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)
 
 
Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)
 
 
Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)
 
 
Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)
 
 
Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)
 
 
Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)
 
 
Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)
 
 
Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)
 
 
Foto: Bernardo Gleizer (NIFC)
 
     
Livros
 
Estatísticas 2017
 
Jogos 20
Vitórias 5
Empates 6
Derrotas 9
Gols Pró 19
Gols Contra 32
Saldo de Gols -13
Aproveitamento 35%
Artilheiros 2017
 
Loco Abreu 3
Raphael Augusto 3
Rogerinho 2
Bruno Luiz 2
Leandro Chaves 1
João Guilherme 1
Guilherme 1
Carlinhos 1
Anderson Penna 1
Hygor Guimarães 1
Daniel Bueno 1
Marlon 1
Mauro Silva 1