Rio de Janeiro, terça-feira, 21 de novembro de 2017 - 04h23min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos
AMERICANO 2 x 0 BANGU
FICHA TÉCNICA - Súmula
Competição:
Copa Rio de Profissionais (2ª Fase - Grupo J - Jogo de Ida)
Local:
Estádio Ary de Oliveira e Souza (Aryzão), em Campos (RJ)
Data-Hora:
Quarta-feira, 09/08/2017 - 15h
Renda:
R$ 1.400,00
Público:
117 pagantes (207 presentes)
Árbitro:
Elton Azevedo (RJ)
Auxiliares:
Gilberto Stina Pereira (RJ) e Ricardo Nogueira da Silva (RJ)
Adilson; Wander, Gabriel, Digão e Sami (Flávio, 19'/2ºT); Léo Oliveira, Paulo Vitor (Yuri, 36'/2ºT), Paulo Roberto e Carlos André; Ramon e Romário (Jairo Paraíba, 30'/2ºT).
Técnico: João Carlos Ângelo.
André Regly; Magno Nunes, Sérgio Raphael, Anderson Penna e Guilherme; Magno Ribeiro, Mauro Silva (Washinton, 27'/2ºT) e Almir; Marlon (Dudu, 36'/2ºT), Matheus Pimenta (Rogerinho, 19'/2ºT) e Bruno Luiz.
Técnico: Carlos Renan.
Jairo Paraíba (Americano); Sérgio Raphael, Matheus Pimenta e Rogerinho (Bangu)
-
Bangu 0 x 1: Ramon, aos 10min do 2º tempo
Bangu 0 x 2: Carlos André, de pênalti, aos 51min do 2º tempo
. . . . . . . . . . . . . . .
Com time misto, Americano bate Bangu e dá passo grande na Copa Rio
Fonte: Redação FutRio
Ramon e Carlos André, que ganharam chance, marcaram os dois gols do jogo

Duas camisas pesadas entraram em confronto pela fase de quartas de final da Copa Rio nesta quarta-feira (9). Americano e Bangu se enfrentaram no Estádio Aryzão e o time campista saiu vitorioso pelo placar de 2 a 0. Na equipe mista mandada a campo pelo técnico alvinegro João Carlos Ângelo, dois jogadores que não vem sendo titulares marcaram. Ramon no início do segundo tempo e Carlos André, de pênalti, no último lance do duelo.

As duas equipes voltam a se enfrentar somente no dia 23 de agosto, numa quarta-feira, em Moça Bonita, pela partida de volta das quartas de final. Com a vitória, o Cano joga por um empate na Zona Oeste do Rio. Além disso, em caso de derrota por diferença de um gol, ainda sai com a classificação. Pela Série B1, o Glorioso tem o clássico contra o Goytacaz no sábado (12).


Primeiro etapa não dá trabalho aos goleiros

Nos primeiros 20 minutos de partida, o jogo foi pouco produtivo. A melhor chance foi para o Americano, em finalização de fora da área de Paulo Roberto, que foi à direita do gol. O Bangu respondeu em batida de longa distância de Magno Nunes, que Adilson pegou sem dificuldades. Com a aproximação do fim da etapa inicial, o time campista foi melhorando no confronto.

Aos 35 minutos, o zagueiro Digão apareceu dentro da área após lance de bola parada e passou perto de abrir o placar. Seis minutos depois, Romário deu bom passe para Ramon, que finalizou, mas a bola pegou na defesa rival. Num dos últimos lances do primeiro tempo, Magno Nunes chegou pelo lado direito de ataque alvirrubro novamente, mas bateu por cima.


Em segundo tempo agitado, Ramon faz o único gol

Na segunda etapa os visitantes voltaram melhores e o jogo também ficou mais agitado. Nos primeiros cinco minutos, o Bangu pressionou o adversário e chegou em chutes de fora da área feitos por Mauro Silva e Magno Ribeiro, mas uma chance Adilson pegou e a outra foi por cima da meta. Porém, num momento que era até inferior, o Cano abriu o placar.

Quando o relógio marcava 10 minutos, Carlos André puxou contra-ataque, passou para Romário, o centroavante finalizou, mas a bola acabou sobrando para Ramon, que bateu no canto direito baixo de André Regly para balançar a rede. Sete minutos depois, Adilson salvou o Cano de tomar o empate. Almir bateu falta com categoria no canto esquerdo e o goleiro alvinegro fez grande defesa.

Já com o final do jogo se aproximando, a partida esquentou. Mesmo com tudo isso, Carlos André quase matou a partida aos 38 minutos, mas acabou parando em André Regly. Bruno Luiz também teve chance boa, mas Adilson interveio. Quando parecia que ia ficar no 1 a 0, Jairo Paraíba sofreu pênalti e deixou Carlos André cobrar. O meia-atacante bateu no canto direito baixo e fez o segundo no último lance da partida, já aos 51.

. . . . . . . . . . . . . . .

Video do jogo
 
 

Fotos do jogo
 
Foto: Carlos Grevi
 
 
Foto: Carlos Grevi
 
 
Foto: Emerson Pereira (BAC)
 
 
Foto: Emerson Pereira (BAC)
 
 
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.116
Vitórias 1.713
Empates 980
Derrotas 1.423
Gols Pró 7.267
Gols Contra 6.306
Saldo de Gols 961
Artilheiros
 
Ladislau 229
Moacir Bueno 202
Nívio 152
Menezes 138
Zizinho 124
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 97
Arturzinho 93
Marinho 83