Rio de Janeiro, terça-feira, 26 de setembro de 2017 - 04h22min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informa��o » Por onde anda?
MENDONÇA, ex-jogador do Bangu
10/03/08
 

Nove jogos e muita história

Milton da Cunha Mendonça, um meia de estilo refinado que fez história no Botafogo dos anos 70 e 80, também jogou no Bangu. Pouca gente lembra, é verdade. Afinal, Mendonça vestiu a camisa alvirrubra apenas nove vezes, no final da temporada de 1990.

Com passagens pelo Botafogo (1975 a 83), Portuguesa (1983 a 85), Palmeiras (1985 a 87), Santos (1987 a 89), Al Saad do Catar (1989) e Inter de Limeira (1989), Mendonça veio para o Bangu somente encerrar sua carreira no clube em que deu os primeiros chutes na escolinha de dente-de-leite, em 1970, quando tinha 12 anos.

Hoje, comentarista da Rádio RDC 1480 AM, Mendonça mora em Bangu e tem ótimas lembranças de seus companheiros de Moça Bonita, como Sales, Arturzinho, Gilson e Vágner Pepeta, com quem conviveu entre outubro e dezembro de 1990.

Na ocasião, disputou o Campeonato Brasileiro da Terceira Divisão e a Taça Adolpho Bloch, promovida pela TV Manchete. Marcou dois gols - um contra o Fluminense, na vitória por 1 x 0 nas Laranjeiras, que faz questão de guardar até hoje em vídeo-tape.

Sobre o estado atual do clube, Mendonça é extremamente crítico: "É muito triste. Ver um clube ao qual cheguei aos 12 anos, nos dentes-de-leite, com a estrutura que tinha e agora, sem ter nada."

O carinho de Mendonça pelo clube tem muita ligação com a história de seu pai, zagueiro do time vice-campeão carioca de 1951, que teve a perna fraturada por Didi, justamente na decisão contra o Fluminense. Mendonça "pai" nunca se recuperou totalmente da lesão, teve sua carreira abreviada, o Bangu perdeu o título e o árbitro Mário Vianna sequer expulsou o meia Didi, deixando o alvirrubro com dez homens aos 5 minutos do primeiro tempo (na época, não eram permitidas substituições).

Carlos Molinari
Pesquisador da história do Bangu Atlético Clube.
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.133
Vitórias 1.728
Empates 979
Derrotas 1.426
Gols Pró 7.305
Gols Contra 6.332
Saldo de Gols 973
Artilheiros
 
Ladislau 231
Moacir Bueno 203
Nívio 152
Menezes 137
Zizinho 125
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 83