Rio de Janeiro, terça-feira, 26 de setembro de 2017 - 04h17min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informa��o » Por onde anda?
TONHO, ex-jogador do Bangu
31/03/08
 

Lateral da máquina de 1983

Tonho jogou apenas 21 vezes pelo Bangu, mas saiu de campo com 14 vitórias e três empates

Confesso que quando um amigo veio com a sugestão de realizarmos um “por onde anda?” com o Tonho, eu fiquei na dúvida. “Tonho, mas que Tonho?”

De fato, o Bangu teve dois atletas com esse mesmo apelido: o primeiro, atacante obscuro da década de 60, o segundo, o lateral Antônio Carlos Pereira de Sousa, que jogou entre 1983 e 1984. E é sobre este último que vamos falar.

Tonho jogava no modesto Rubro de Araruama quando chegou a Moça Bonita para fazer um teste. Conterrâneo do supervisor Catuca, o teste foi mera formalidade para o lateral-esquerdo, que estreou contra a Desportiva, em junho de 1983, na época com 24 anos.

Foi titular durante a magnífica campanha no Campeonato Carioca de 1983, em que o Bangu terminou em terceiro lugar. Mas para ele, o título foi perdido de forma inexplicável. “O Bangu era, sem a menor dúvida, a melhor equipe do certame, não só pela imprensa, mas também pelos próprios números”.

Entretanto, três derrotas para o Flamengo: 1 x 3 no 2º Turno, 0 x 1 na final da Taça Rio e 0 x 2 no Triangular Final acabaram com o sonho da equipe de Moisés.
“Aquele era um elenco sem vaidades e com jogadores do mais alto nível” – conta Tonho, que até hoje guarda uma grande amizade com Paulinho Criciúma. Depois que saiu do Bangu, em 1984, o lateral atuou no Moto Clube, no Rio Negro e no Paysandu.

Atualmente, convidado pelo ex-técnico Moisés, Tonho é treinador dos juniores da Cabofriense, vice-campeão do 1º turno do Campeonato Carioca deste ano.

Em relação ao Bangu de hoje, confessa muita tristeza e desejos de que um dia volte a ser o que foi.

Carlos Molinari
Pesquisador da história do Bangu Atlético Clube.
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.133
Vitórias 1.728
Empates 979
Derrotas 1.426
Gols Pró 7.305
Gols Contra 6.332
Saldo de Gols 973
Artilheiros
 
Ladislau 231
Moacir Bueno 203
Nívio 152
Menezes 137
Zizinho 125
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 83