Rio de Janeiro, terça-feira, 26 de setembro de 2017 - 04h29min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informa��o » Por onde anda?
ROGÉRIO MELO, ex-treinador do Bangu
07/12/10
 

É preciso puxar pela memória para lembrar do professor Rogério Melo comandando os profissionais do Bangu. Isso ocorreu no segundo semestre de 1990 e no primeiro semestre de 1991. Rogério, hoje professor universitário da Gama Filho, do departamento de Educação Física, atendeu atenciosamente à equipe do Bangu.net para este "Por Onde Anda?"

Hoje com 57 anos, Rogério é nascido no próprio bairro e começou sua carreira esportiva como jogador e treinador de Futsal no Casino Bangu. Depois disso, foi convidado pelo presidente Antenorzinho para dirigir a equipe de Juniores do Bangu Atlético Clube. Seu trabalho só ganhou projeção quando assumiu os Infantis do Bangu, levando o time ao vice-campeonato estadual, com atletas como: Palmieri, Marcão, Bimba, Léo, Macula e Marcelo Henrique.

Sempre trabalhando nas categorias inferiores, em 1989 voltou a comandar os Juniores, sendo novamente vice-campeão, perdendo a decisão para o Flamengo, no Maracanã. O sucesso nas categorias inferiores fez com que recebesse a grande chance: treinar o time de profissionais no Campeonato Brasileiro da 3ª Divisão, em 1990.

"Deparei com uma boa estrutura, já não era a época das grandes contratações, porém encontrei alguns jogadores que tinham trabalhado comigo nos Juniores do próprio Bangu e alguns jogadores mais experientes, como Josimar, Carlito, Vágner Pepeta, Sales, Arturzinho e Mendonça. Com esse grupo mesclado fomos disputar o Campeonato Brasileiro da Terceira Divisão. Fizemos uma campanha razoável onde conseguimos classificar a equipe para a fase seguinte, ficando entre os oito primeiros colocados, com isso obtivemos o direito de no próximo ano disputarmos a Segunda Divisão do Brasileirão".

É claro que a diretoria manteve Rogério no cargo. Mais uma vez, conseguiu passar da primeira fase, mas caiu na fase de mata-mata para o Coritiba. Estava chegando ao fim a sua época no Bangu. "Dirigi ainda a equipe em quatro jogos da Copa Rio e fui dispensado..."

Seus melhores momentos foram duas vitórias sobre dois grandes do Rio de Janeiro: 1 a 0 sobre o Fluminense, "em pleno estádio da Álvaro Chaves, com um gol de Mendonça" e o 2 a 1 sobre o Botafogo, "de virada, no estádio Caio Martins".

Rogério considera como principal características das equipes que dirigiu entre 1990/1991 o forte sistema defensivo, com a passagem rápida para o ataque, aproveitando a velocidade de Serginho, Gilson, Helinho, Marinho e Marcelo Henrique. Infelizmente, não encontra mais nenhum deles hoje em dia. "Estou em outra atividade, não sobra tempo para acompanhar o futebol de perto" - diz.

Depois de ser treinador dos profissionais, Rogério Melo chegou a ser Vice-Presidente de Esportes Amadores do Bangu, mas hoje está completamente desligado do clube, contentando-se em ser mais um torcedor.

Entre jogos oficiais e amistosos, o professor Rogério comandou o Bangu em 43 partidas, com 18 vitórias, 13 empates e 12 derrotas.

Carlos Molinari e Fabio Menezes
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.133
Vitórias 1.728
Empates 979
Derrotas 1.426
Gols Pró 7.305
Gols Contra 6.332
Saldo de Gols 973
Artilheiros
 
Ladislau 231
Moacir Bueno 203
Nívio 152
Menezes 137
Zizinho 125
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 83