Rio de Janeiro, terça-feira, 26 de setembro de 2017 - 04h23min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informa��o » Por onde anda?
JÚLIO CÉSAR, ex-jogador do Bangu
04/04/11
 

Júlio César, lateral-direito do Bangu entre 1980 e 1982

Quem se lembra do Júlio César? Provavelmente quem acompanhou o Bangu no início dos anos 80 tem recordações dele, que desbancou o eterno lateral-direito Ademir Batista e depois perdeu a posição com a contratação de Toninho Baiano. Júlio César Alves Marinho, hoje com 56 anos, natural de Nilópolis, é treinador e ultimamente estava comandando o Estácio de Sá no Campeonato Carioca da Segunda Divisão.

O ex-jogador fez 70 partidas com a camisa do Bangu, com 35 vitórias, 20 empates e 15 derrotas, entre 1980 e 1982, foi expulso de campo apenas uma vez e marcou um único gol - contra o Botafogo, em Marechal Hermes. No entanto, este não foi seu melhor desempenho. Para o próprio Júlio César, sua melhor partida ocorreu em 1981, quando o Banguzão bateu a Ponte Preta por 5 a 1, em Moça Bonita.

Curiosamente, fora das quatro linhas, Júlio César também deu uma grande contribuição: sugeriu ao Dr. Castor de Andrade a vinda de Arturzinho para o clube. "O Castor comprou meu passe junto ao Opérario/MS e eu acabei trazendo o Arturzinho, pois 'enchi o saco' do Castor, que queria a todo custo contratar um meia de categoria. Ele queria o Aílton Lira, do Santos, mas em 1982 eu o convenci a trazer o Arturzinho".

Lenda ou não, o fato é que Júlio César é até hoje amigo de Arturzinho, além de manter contato com Luisão, Marcelo e Carlos Roberto, seus grandes amigos da época.

Além do Bangu, Júlio César atuou pelo São Cristóvão, Vasco, Operário, Rio Negro, Marcílio Dias e Mixto, encerrando a carreira em 1987, por causa de uma contusão.

Técnico de sucesso em equipes de menor investimento, Júlio César tem saudades do Bangu de antigamente:

"Passei a gostar do Bangu pelas coisas que vivi, pelos times fortes. Hoje em dia a situação econômica não é suficiente para montar uma grande equipe, mas mantenho o carinho pelo clube" - contou.

Carlos Molinari
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.133
Vitórias 1.728
Empates 979
Derrotas 1.426
Gols Pró 7.305
Gols Contra 6.332
Saldo de Gols 973
Artilheiros
 
Ladislau 231
Moacir Bueno 203
Nívio 152
Menezes 137
Zizinho 125
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 83