Rio de Janeiro, quinta-feira, 20 de julho de 2017 - 13h23min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informa��o » Por onde anda?
JÚLIO CÉSAR, ex-jogador do Bangu
04/04/11
 

Júlio César, lateral-direito do Bangu entre 1980 e 1982

Quem se lembra do Júlio César? Provavelmente quem acompanhou o Bangu no início dos anos 80 tem recordações dele, que desbancou o eterno lateral-direito Ademir Batista e depois perdeu a posição com a contratação de Toninho Baiano. Júlio César Alves Marinho, hoje com 56 anos, natural de Nilópolis, é treinador e ultimamente estava comandando o Estácio de Sá no Campeonato Carioca da Segunda Divisão.

O ex-jogador fez 70 partidas com a camisa do Bangu, com 35 vitórias, 20 empates e 15 derrotas, entre 1980 e 1982, foi expulso de campo apenas uma vez e marcou um único gol - contra o Botafogo, em Marechal Hermes. No entanto, este não foi seu melhor desempenho. Para o próprio Júlio César, sua melhor partida ocorreu em 1981, quando o Banguzão bateu a Ponte Preta por 5 a 1, em Moça Bonita.

Curiosamente, fora das quatro linhas, Júlio César também deu uma grande contribuição: sugeriu ao Dr. Castor de Andrade a vinda de Arturzinho para o clube. "O Castor comprou meu passe junto ao Opérario/MS e eu acabei trazendo o Arturzinho, pois 'enchi o saco' do Castor, que queria a todo custo contratar um meia de categoria. Ele queria o Aílton Lira, do Santos, mas em 1982 eu o convenci a trazer o Arturzinho".

Lenda ou não, o fato é que Júlio César é até hoje amigo de Arturzinho, além de manter contato com Luisão, Marcelo e Carlos Roberto, seus grandes amigos da época.

Além do Bangu, Júlio César atuou pelo São Cristóvão, Vasco, Operário, Rio Negro, Marcílio Dias e Mixto, encerrando a carreira em 1987, por causa de uma contusão.

Técnico de sucesso em equipes de menor investimento, Júlio César tem saudades do Bangu de antigamente:

"Passei a gostar do Bangu pelas coisas que vivi, pelos times fortes. Hoje em dia a situação econômica não é suficiente para montar uma grande equipe, mas mantenho o carinho pelo clube" - contou.

Carlos Molinari
     
Livros
 
Estatísticas 2017
 
Jogos 20
Vitórias 5
Empates 6
Derrotas 9
Gols Pró 19
Gols Contra 32
Saldo de Gols -13
Aproveitamento 35%
Artilheiros 2017
 
Loco Abreu 3
Raphael Augusto 3
Rogerinho 2
Bruno Luiz 2
Leandro Chaves 1
João Guilherme 1
Guilherme 1
Carlinhos 1
Anderson Penna 1
Hygor Guimarães 1
Daniel Bueno 1
Marlon 1
Mauro Silva 1