Rio de Janeiro, domingo, 28 de maio de 2017 - 07h24min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informa��o » Por onde anda?
JOÃO CLÁUDIO, ex-jogador do Bangu
27/06/11
 

Da grande área para a arquidiocese

Nascido na Praça da Bandeira (RJ), em 24 de junho de 1963 – dia de São João – João Cláudio da Silva Gomes foi formado nas categorias de base do Vitória (BA), e trazido para o Bangu pelo Sr. Aloísio, segurança de Castor de Andrade.

Profissionalizou-se com 20 anos, em 1983, estreando numa partida contra a Campinense (1 x 1), em Campina Grande. No entanto, como não tinha a mínima chance de atuar entre os titulares naquele ano, foi emprestado ao Rio Negro (AM), onde ficou esquecido até 1984.

Naquele ano, o Bangu foi fazer um amistoso contra o time de Manaus. Venceu por 5 a 2, mas João Cláudio perturbou a defesa alvirrubra e ainda marcou um gol. Isso fez com que os dirigentes banguenses se lembrassem do jovem atacante e o trouxeram de volta em 1985.

Moisés passou a relacioná-lo para o banco de reservas e João Cláudio passou a titular com a contusão de Fernando Macaé na excursão à Coréia do Sul. Na volta ao Brasil, surpreendeu a todos, sendo um grande destaque do time na fase final do Campeonato Brasileiro de 1985.

Um de seus melhores momentos foi quando entrou no 2º tempo, no lugar de Delacir, e fez um gol no Internacional, no Maracanã, no empate em 1 a 1.

Teve excelente atuação contra o Vasco, na vitória por 2 a 0, quando marcou os dois gols, sendo que um deles foi um verdadeiro golaço, matando a bola no peito e chutando no ângulo.

Para o centroavante, o jogo inesquecível foi a finalíssima contra o Coritiba, quando realmente não estava em um bom dia. Guarda como recordação a amizade com os ex-jogadores Toby, Oliveira e Cardoso.

Atualmente, João Cláudio é segurança da Arquidiocese do Rio de Janeiro e só assiste jogos do Bangu quando passam na TV. “O time esteve bem, só não ganhou dos grandes por falta de experiência, mas esses garotos vão longe e o Marcão como técnico também tem futuro” – declarou o ex-jogador, que pendurou as chuteiras em 1998, no Alegre (ES).

Além de Vitória (BA), Bangu e Rio Negro (AM), João Cláudio jogou também no América (RJ), Olaria, Goytacaz, Brusque (SC), Avaí, Mixto, Fortaleza, Colatina, Toulouse (França), Estudiante (Venezuela) e Minerven (Venezuela).

Pelo Bangu, fez 67 partidas (32 vitórias, 26 empates e 9 derrotas), entre 1983 e 1988, marcando 18 gols.

Carlos Molinari
     
Livros
 
Estatísticas 2017
 
Jogos 14
Vitórias 4
Empates 3
Derrotas 7
Gols Pró 13
Gols Contra 23
Saldo de Gols -10
Aproveitamento 36%
Artilheiros 2017
 
Loco Abreu 3
Raphael Augusto 3
Leandro Chaves 1
João Guilherme 1
Guilherme 1
Carlinhos 1
Anderson Penna 1
Hygor Guimarães 1
Daniel Bueno 1