Rio de Janeiro, domingo, 26 de outubro de 2014 - 06h29min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos
» 1ª Página » Informação » Por onde anda?
JOÃO RODRIGO, ex-jogador do Bangu
18/07/11
 

Nome: João Rodrigo Silva Santos
Nascimento: 8/11/1977
Período: 1996 a 2005
Posição: Atacante
Jogos: 103 (34 v, 37 e, 32 d)
Aproveitamento: 51%
Gols: 33
Expulsões: -
Estreia: Bangu 1 x 1 Vasco (4/2/1996)
Despedida:Bangu 1 x 0 Boavista (23/7/2005)

Mineiro de Cataguases, João Rodrigo começou sua carreira no futebol nos juvenis do Bangu, quando tinha 16 anos. Em 1996, aos 19, passou a ser escalado como reserva dos profissionais, embora ainda fosse da categoria de juniores. Quem realmente deu chance ao jovem talento foi o técnico Alfredo Sampaio, que começou a lançá-lo durante o Campeonato Carioca de 1998. João Rodrigo retribuiu marcando um gol na vitória sobre o Fluminense por 2 a 1, em Moça Bonita.

"O Bangu foi o meu primeiro clube, o carinho é mais do que especial pelas pessoas e pela torcida, já que fui projetado na minha longa caminhada para o futebol em Moça Bonita" - diz o atacante.

Durante uma excursão à América Central naquele ano, o atacante foi emprestado ao Olimpia, de Honduras. Voltou ao Bangu em 1999, para novamente sair por empréstimo no segundo semestre, desta vez para o Nacional (SP). No início de 2000 estava no Atlético Sorocaba (SP) e regressou a Moça Bonita para, enfim, vingar no clube que o projetou: foi o artilheiro do time no Campeonato Brasileiro da 2ª Divisão, salvando o Bangu em diversas partidas, inclusive no duelo das oitavas-de-final contra o São Raimundo (AM).

Esperava-se muito de João Rodrigo para o Campeonato Carioca de 2001, mas uma contusão atrapalhou os planos do atacante, que rendeu muito pouco naquela temporada.

Em 2002, fez sua melhor partida pelo clube, marcando dois gols diante da Portuguesa de Desportos, em Moça Bonita, pelo Torneio Rio-São Paulo.

"Meu momento mais marcante foi a partida com a Portuguesa, pelo Rio-São Paulo. Fiz uma grande partida e marquei dois gols. Fui apelidado, na época, de "Herói Humilde". - relembra João Rodrigo.

Ao final do Campeonato Carioca de 2003, foi novamente emprestado, indo jogar no Oster, da Suécia. A experiência durou pouco. No retorno ao Brasil, em 2004, o Bangu acertou sua venda para o Madureira.

Aí foi a vez de o próprio alvirrubro pedi-lo de volta, por empréstimo, para a disputa do Campeonato Carioca da 2ª Divisão de 2005. O time não conseguiu mais do que o vice-campeonato e João Rodrigo encerrou seu ciclo de jogos pelo Bangu., com a marca de 33 gols em 103 partidas. Poderia ter feito muito mais, é verdade, porém assim como balançava as redes, também sabia desesperar os torcedores ao perder gols incríveis.

"Guardo vários amigos daquela época: China, Renatinho, Cléber. O Bangu está sempre presente na minha vida" - destaca.

João Rodrigo jogou também no Remo, Volta Redonda, Tigres , Duque de Caxias, Olaria, Botafogo (DF) e agora vem ajudando o Bonsucesso a manter a liderança do Campeonato Carioca da 2ª Divisão. Sem aparecer na elite do futebol desde 1993, o simpático clube da Teixeira de Castro vive um raro momento de glória, graças aos gols de João Rodrigo, o "Herói Humilde"...

Carlos Molinari
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.023
Vitórias 1.684
Empates 956
Derrotas 1.383
Gols Pró 7.104
Gols Contra 6.140
Saldo de Gols 964
Artilheiros
 
Ladislau 226
Moacir Bueno 189
Nívio 147
Menezes 134
Zizinho 125
Luís Carlos 110
Paulo Borges 108
Décio Esteves 97
Arturzinho 91
Marinho 80