Rio de Janeiro, quarta-feira, 29 de julho de 2015 - 01h45min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos
» 1ª Página » Informação » Reportagens

BANGU, CAMPEÃO DE 33, PRIMEIRO ANO DO PROFISSIONALISMO

Foto: Jornal dos Sports
 
A equipe do Bangu campeã de 1933, o primeiro título da era do profissionalismo

O Bangu foi o campeão carioca de 1933, ano crucial para os destinos do futebol do então Distrito Federal. Há tempos os clubes já não se preocupavam em esconder que pagavam luvas e salários a seus principais jogadores e, em reunião no dia 23 de janeiro de 33,os dirigentes foram unânimes e optaram, de uma vez por todas, pelo profissionalismo. Porém, desentendimentos entre os clubes integrantes da Associação Metropolitana de Esportes Athléticos (Amea), a liga amadora, resultaram na criação de uma nova entidade: a Liga Carioca de Football (LCF), que adotava o profissionalismo.

As principais equipes cariocas ficaram divididas: de um lado, América, Bangu, fluminense e Vasco (LCF); de outro, Botafogo, Flamengo e São Cristóvão (Amea). Com isso, duas competições corriam ao mesmo tempo em 33,o que aconteceu até 36.

Pela Amea, pouco tempo depois de iniciada a competição, Flamengo e São Cristóvão deixaram o amadorismo de lado e debandaram para o profissionalismo, filiando-se à LCF Isso deixou o Botafogo como único grande clube na Amea, ao lado de Confiança, Engenho de Dentro, Mavílis, Cocotá, River e Brasil.

Na LCF estavam as principais forças do futebol carioca, mas o Bangu foi a estrela da competição. Com uma equipe fortíssima, comandado por Luís Vinhaes, campeão carioca de 26 com o não mais modesto São Cristóvão. Com baixos salários, mas excelentes jogadores, o Bangu perdeu apenas uma partida das dez que disputou e provou que nem sempre muito dinheiro garante o sucesso no futebol. Lição para nossos dirigentes.


Fonte: Jornal dos Sports - Arquivo JS, 17/12/2001.

     
Livros
 
Estatísticas 2015
 
Jogos 15
Vitórias 6
Empates 4
Derrotas 5
Gols Pró 22
Gols Contra 21
Saldo de Gols 1
Aproveitamento 49%
Artilheiros 2015
 
Almir 7
Bruno Luiz 6
Luiz Felipe 2
Raphael Augusto 2
Sérgio Raphael 2
Marcos Vinícius 1
Matheus Pimenta 1
Wendel 1