Rio de Janeiro, sábado, 25 de abril de 2015 - 11h23min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos
» 1ª Página » Informação » Reportagens

TITA QUER REPETIR AS CAMPANHAS DE 33 E 66

O ex-jogador elogia seu pupilo Leozinho e alerta para o perigo de enfrentar Romário

Foto: O Dia On Line

A experiência exibida pelos cabelos brancos de Milton Queiróz da Paixão, o Tita, é um dos segredos da boa campanha do Bangu no Campeonato Estadual. Líder com cem por cento de aproveitamento, o Alvirrubro da Zona Oeste acalenta um sonho: repetir as façanhas de 33 e 66, com um título que não vence há 37 anos, idade que Romário completa amanhã.

“Estou com 44 anos e pensei até em dar uma pintadinha”, brinca Tita. “Mas nada disso. Os cabelos brancos fazem parte da experiência dos bons e maus momentos que vivi como jogador”, lembra o técnico.

Vencedor no campo, Tita está adorando trabalhar fora das quatro linhas. Ele começou a carreira de técnico fazendo estágio no Vasco em 99 com Antônio Lopes e, depois, Abel Braga.

“Em 2000, dirigi o Americano, em 2001, o Urawa Reds, do Japão, em 2002, o América e, depois de uma passagem pelos Estados Unidos, assumi o Bangu este ano”, conta Tita, que tem no filho Lohran, de 17 anos, o torcedor número um.

“Ele joga no juvenil do América, mas quer saber de tudo do Bangu”, conta o paizão.

Apesar da motivação com a boa campanha, ele não se ilude. “O trabalho está gostoso no Bangu. É uma oportunidade de colocar minhas idéias em prática e os jogadores têm assimilado bem o que quero”, constata.

“Mas nada de soltar foguetes. Temos os pés no chão e muitos erros a corrigir”, previne-se, mesmo depois de vencer Botafogo e Madureira por 2 a 1.

Há 50 dias no comando do jovem time do Bangu, que tem média de idade de 23 anos, Tita revela o segredo do líder. “Luta, empenho e união. É tudo o que o torcedor quer ver num time”, sintetiza ele, que se considerava um guerreiro em campo.

O destaque é o meia Leozinho, ex-Botafogo e um dos vários jogadores que o empresário Reinaldo Pitta, o mesmo que cuida dos negócios de Ronaldo, tem no clube. Já marcou dois gols no Estadual.

“É um jogador diferenciado e tem total liberdade para criar. Esperamos muito dele”, diz Tita.

O Fluminense, adversário de amanhã, em Moça Bonita, que se cuide. A ausência de Romário diminui a preocupação.

“O Romário foi meu companheiro no Vasco e na Seleção. Nunca vi atacante com presença de área igual a dele”.

Apesar de o Fluminense ser um dos vice-lanternas do Estadual, Tita espera um jogo difícil.

“O Fluminense levou azar. Vários jogadores importantes se contundiram. Com a volta deles vai melhorar de rendimento”, prevê Tita de olho no adversário.


Fonte: O Dia On Line, 28/01/2003.

     
Livros
 
Estatísticas 2015
 
Jogos 15
Vitórias 6
Empates 4
Derrotas 5
Gols Pró 22
Gols Contra 21
Saldo de Gols 1
Aproveitamento 49%
Artilheiros 2015
 
Almir 7
Bruno Luiz 6
Luiz Felipe 2
Raphael Augusto 2
Sérgio Raphael 2
Marcos Vinícius 1
Matheus Pimenta 1
Wendel 1