Rio de Janeiro, sábado, 22 de novembro de 2014 - 00h32min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos
» 1ª Página » Informação » Reportagens

ISSO QUE É PAIXÃO

Foto: Cleber Mendes (Lance!)
CORNETA Seu Amorim reclama de marcação do bandeira contra o Bangu

Torcedores que compareceram a Moça Bonita para ver o empate em 1 a 1 entre Bangu e Olaria provam que fanatismo resiste até na Série C

O que leva um senhor de 76 anos a sair da Tijuca até Bangu, sob um sol de 38 graus, para xingar o juiz em uma partida da Série C? O corretor de seguros aposentado Wilson Amorim não pestaneja ao responder: o amor pelas cores do seu time de coração.

Banguense por influência dos pais, Seu Amorim esteve presente no empate por 1 a 1 na tarde de ontem, seguindo uma rotina que começou aos seis anos. Essa paixão teve um hiato de oito anos. Brigado com a diretoria do clube, mudou-se para Florianópolis.

- Ano que vem é o centenário do Bangu. Não podia ficar longe, então resolvi voltar há dois anos - contou.

Em sua coleção encontram-se relíquias como o cardápio do que foi servido aos jogadores antes da final do título estadual de 1933. Seu Amorim não se conforma com a decisão de 1985, contra o Fluminense, por causa do polêmico pênalti de Vica em Cláudio Adão.

- Certa vez, encontrei com o Wright, árbitro daquela partida, e ele me disse "você pode não acreditar, mas eu já havia encerrado o jogo." Sendo assim, eu não acredito! - afirmou, prometendo que vai acompanhar o time pelo Brasil, caso o Bangu passe para a próxima fase.

Do outro lado das sociais, seis torcedores do Olaria também demonstravam que fanatismo não é privilégio de time grande.

- Não fui ao trabalho, sempre acompanho a equipe. Se dependesse do meu pai, eu torceria para outro clube. Isso aqui é amor mesmo - disse Bruno Soares, de 21 anos, rejeitando a idéia de que a praia, talvez, fosse um programa melhor.

Fonte: Lance!, 25/09/2003.

     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.026
Vitórias 1.684
Empates 956
Derrotas 1.386
Gols Pró 7.105
Gols Contra 6.145
Saldo de Gols 960
Artilheiros
 
Ladislau 226
Moacir Bueno 189
Nívio 147
Menezes 134
Zizinho 125
Luís Carlos 110
Paulo Borges 108
Décio Esteves 97
Arturzinho 91
Marinho 80