Rio de Janeiro, segunda-feira, 24 de julho de 2017 - 21h51min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Reportagens

EM BANGU, TEMPO QUENTE

Apesar da presidenta, é Rubens Lopes quem manda no Bangu

A PRESIDENTA Rita de Cássia Trindade recebeu o LANCE! na sala da presidência do Bangu, mas quem falou foi o vice-presidente da Ferj, Rubens Lopes

Apesar do Bangu estar sendo presidido por uma mulher, Rita de Cássia Trindade - fato inédito em um clube da Primeira Divisão do Rio - parece que quem realmente continua mandando no Bangu é o presidente de Honra e vice-presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) Rubens Lopes.

Tal fato pôde ser comprovado quando Rita de Cássia concedeu uma entrevista ao LANCE!, nesta sexta-feira, em sua sala. Acompanhada de Rubens Lopes, a presidenta era sempre interrompida por ele, quando lhe era perguntada a respeito de assuntos administrativos do clube. Em um certo momento da entrevista, quando o presidente da Ferj, Eduardo Viana, foi mencionado como o "Caixa D'Água", Rubens Lopes se exaltou.

- "Caixa D'Água" não! É doutor Eduardo Viana - disse Rubens Lopes, exaltado.

Em seguida, o vice-presidente da Ferj abriu a porta da sala e mandou a equipe de reportagem do LANCE! se retirar do clube.

- Vocês estão na minha casa e eu exijo respeito. Saiam do clube agora - completou.

Como presidenta do Conselho diretor do Bangu - cargo mais alto no futebol do clube - Rita de Cássia não se manifestou a respeito do ocorrido e a equipe do LANCE! se retirou das dependências do clube.

Duas horas depois, Rita de Cássia continuou concedendo a entrevista - que seria exclusivamente com ela - por telefone e pediu desculpas pelo acontecido.


A visão feminina não muda nada

Eleita em novembro de 2003, Rita se tornou a primeira mulher a comandar um clube da Primeira Divisão carioca. Agora, crê que outras mulheres poderão assumir este cargo, predominantemente masculino.

- A sociedade já não nos vê como algo frágil - afirmou.

Mas o pensamento dela é semelhante ao dos homens.

- A Lei Pelé, o Código do Torcedor e o novo Código de Justiça estão acabando com os clubes.

Fonte: Jornal Lance! (Repórter: André Alt - Fotos: Júlio César Guimarães), 24/01/2004.

     
Livros
 
Estatísticas 2017
 
Jogos 20
Vitórias 5
Empates 6
Derrotas 9
Gols Pró 19
Gols Contra 32
Saldo de Gols -13
Aproveitamento 35%
Artilheiros 2017
 
Loco Abreu 3
Raphael Augusto 3
Rogerinho 2
Bruno Luiz 2
Leandro Chaves 1
João Guilherme 1
Guilherme 1
Carlinhos 1
Anderson Penna 1
Hygor Guimarães 1
Daniel Bueno 1
Marlon 1
Mauro Silva 1