Rio de Janeiro, segunda-feira, 24 de julho de 2017 - 21h51min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Reportagens

BANGU CAMPEÃO ESTADUAL DA 2ª DIVISÃO DE JUNIORES

Buda Mendes/Agência FERJ
 

Parabéns, garotada
Fonte: Carlos Molinari

Neste sábado, o Bangu surpreendeu. Ou melhor, surpreendeu somente aqueles que se assustaram com o placar adverso de 0 x 2 na primeira partida contra o Sendas. No segundo jogo, o decisivo, a garotada do técnico Mazolinha (Édson de Souza, não é isso?) expremeu o time do supermercado e goleou por 4 x 0.

Fui apenas a um jogo dessa maravilhosa campanha. Quando o time ganhou do CFZ por 3 x 1, em Moça Bonita. Ali eu vi que tínhamos uma atmosfera de campeões. Ao final do jogo, a torcida invadiu o campo e junto com a garotada fez uma festa imensa, culminando com uma oração no círculo central. Ali eu falei: "esse grupo é unido".

A campanha foi incrível desde o início, com apenas duas derrotas. O time revelou um jogador genial, que vi atuando em um jogo-treino contra o Rubro: Marcelo Guzzon. Um craque que o Bangu não revelava provavelmente desde os tempos de Ademir da Guia. E o título dos juniores mostrou ainda mais: fez com que eu venerasse o Sassá. Nunca gostei do futebol dele, nunca aturei sua falta de gols nos profissionais, mas eu fiquei feliz em vê-lo campeão.

É claro que o título de Juniores é um pouco ingrato. Os nossos garotos ganharam a Segunda Divisão - fato que os profissionais ainda não conseguiram em três temporadas -, mas não estão garantidos na primeira ano que vem. Isso porque somente se a equipe principal subir, a garotada garante o acesso. Então, eles dependem do sucesso do pessoal do Roy, que não será tão fácil assim.

Tenho que parabenizar, obrigatoriamente, o presidente do clube, Jorge Varela, que muitos não sabem o que ele fez por esse time de Juniores, inclusive, como contou, tirando dinheiro do seu próprio bolso para pagar despesas de alimentação e de transportes.

Não sei em relação aos outros, mas o meu time é campeão. Este sábado, após uma ligação do meu amigo Vitor "Bangu", eu pude dizer que era campeão novamente. E o teu time? Há quanto tempo não levanta um título?

Eis a campanha histórica dos Juniores do Bangu 2008:

8/3 - Bangu 0 x 0 Angra dos Reis
15/3 - Bangu 3 x 1 Miguel Couto
22/3 - Bangu 6 x 0 Guanabara
29/3 - Bangu 2 x 2 Nova Iguaçu
12/4 - Bangu 3 x 1 Angra dos Reis
19/4 - Bangu 4 x 1 Miguel Couto
26/4 - Bangu 3 x 0 Guanabara
3/5 - Bangu 2 x 1 Nova Iguaçu
21/5 - Bangu 2 x 0 Itaperuna
25/5 - Bangu 2 x 1 Estácio
31/5 - Bangu 1 x 6 CFZ
8/6 - Bangu 3 x 1 Itaperuna
14/6 - Bangu 5 x 0 Estácio
21/6 - Bangu 3 x 1 CFZ
28/6 - Bangu 2 x 2 Silva Jardim
5/7 - Bangu 2 x 1 Silva Jardim
12/7 - Bangu 0 x 2 Sendas
19/7 - Bangu 4 x 0 Sendas

O título é importante, claro. É inédito também. Mas é bom lembrar que na primeira divisão, o Bangu já foi campeão de Juniores em 1952 e 1953 (com Tim como técnico), em 1959 (com Moacir Bueno como treinador) e em 1987 (com Ananias comandando a garotada).

. . . . . . . . . . . . . . .

Bangu goleia o Sendas e ganha a Segundona de Juniores
Fo
nte: Paulo Roberto Rodrígues (papo Esportivo)

 

Com uma atuação de gala na tarde deste sábado (19), no estádio Proletário Guilherme da Silveira, em Moça Bonita, o Bangu goleou o Sendas por 4 a 0 - jogo de volta da final do Campeonato Estadual da Segunda Divisão de Futebol Júnior. Os comandados de Mazolinha reverteram a vantagem da equipe laranja meritiense, ganhadora do jogo de ida, por 2 a 0. O resultado deu o título ao alvirubro da Zona Oeste. Sassá, duas vezes, Richard e Guzzon marcaram os gols da conquista que fizeram os torcedores vibrarem com os jogadores dentro de campo.

Ao final da partida o presidente Jorge Varela era um dos mais contente com a conquista da garotada. “Isso mostra que estamos no caminho certo e hoje os jogadores honraram a camisa do Bangu, com uma excelente partida. Isso nos dá ainda mais motivação para a disputa da Segunda Divisão de Profissionais, que começa na próxima semana”, disse o dirigente.

O jogo

Precisando vencer pelo menos por dois gols de diferença e levar a disputa do caneco para as cobranças de penalidades máximas, o Bangu começou atacando muito. O gol não demorou a sair. Aos seis minutos, após troca de passes na entrada da area, Sassá recebeu entre os zagueiros e tocou na saída do goleiro Vinícius. O gol logo no início desestabilizou os jogadores do Sendas, que passaram a errar passes no meio de campo e aceitarem a pressão do adversário. Apoiado pelo torcida, em bom número no estádio, o Bangu continuou pressionando em busca do segundo gol. No Sendas os jogadores se acalmaram, passaram a explorar os contra-ataques, mas esbarravam na bem-posicionada zaga alvirubra.

Na volta do intervalo, o panorama foi o mesmo. Enquanto o time da casa partia com tudo em busca do segundo gol, o Sendas se fechava na defesa. Os laranjas quase empataram, aos seis minutos. Rodrigo avançou pela direita e cruzou para Castro. O atacante não conseguiu dominar e quase sem ângulo chutou para fora.

No minuto seguinte o time laranja meritiense ficou com dez em campo. O lateral direito Vinícius Paulo fez falta por trás, recebeu o segundo cartão amarelo e na sequência foi expulso. Se aproveitando do fato de ter um jogador a mais, o treinador Mazolinha sacou o volante Paulo Roberto e colocou o atacante Richard. Aos 21 minutos a substituição deu resultado. Fabrício fez boa jogada pela direita e cruzou para Richard cabecear e marcar. O resultado parcial levava a decisão para os pênaltis. Jogando em casa o Bangu queria resolver a parada com bola rolando. Aos 38, Fabiano foi derrubado na área do Sendas. Guzzon cobrou o penalti e fez o terceiro. A partir daí, os papéis se inverteram. O Sendas foi com tudo ao ataque, mas o Bangu, com tranquilidade, segurou a pressão e ainda marcou o quarto gol, aos 48 minutos, com Sassá em cobrança de outra penalidade maxima. Final: Bangu 4 x 0 Sendas.

FICHA TÉCNICA
BANGU 4 x 0 SENDAS
Local: Estádio Proletário Guilherme da Silveira, em Moça Bonita
Data/Horário: 19/07/2008 - 15h
Árbitro: Rodrigo Carvalhães de Miranda (bom trabalho)
Auxiliares: Daniel do Espirito Santo Parro e Wellington Pereira da Silva (boa atuação)
Cartões amarelo: Fabrício, Carlinhos e Paulo Roberto (BAN); Vinícius Paulo, Cabral, Ivan Junior e Erivelton (SEN).
Cartão vermelho: Vinícius Paulo (SEN).
>> Bangu: Anderson, Fabrício (Ramon), Renato, Jhonny e Samuel; Carlinhos, Paulo Roberto (Richard), Guzzon e Sassá; Somália e Paolo (Fabiano). Técnico: Mazolinha.
>> Sendas: Vinícius Queiroz, Vinícius Paulo, Paulo André, Cabral e Jofre (Davidson); Thiago Oliveira, Victor (Betinho), Ivan Junior e Léo Vieira; Castro e Erivelton (Rodrigo).
Técnico: Cléber dos Santos.

>> Artilharia: 19 gols – Rafael Gimenes (CFZ do Rio); 13 gols – Guzzon (Bangu); 10 gols – Sassá (Bangu); 8 gols – Luiz Fernando (Estácio de Sá); 7 gols – Paolo (Bangu), Diego (Nova Iguaçu), Silvano (São Cristovão) e Diego (Estácio de Sá).


Mazolinha transfere méritos aos atletas

 

Após o encerramento da partida uma ausência notada nas comemorações, foi a do treinador Mazolinha, que preferiu deixar para os jogadores os méritos da conquista. Com mais de vinte anos de Bangu, ele começou em 1986 no futsal do clube, passou pelas categorias de base do futebol de campo, até chegar aos juniores. O comandante bangüense era só alegria com o feito conquistado na tarde deste sábado. "Não tenho palavras para expressar a minha alegria. Uma coisa tenho a dizer: Deus é fiel a quem é fiel a ele", disse o técnico campeão.

Depois de passar por todas as categorias do Bangu como treinador, desde o mirim até chegar aos juniores e está há dois anos ele faz um trabalho de reformulação, ele tem agora o reconhecimento com a conquista do troféu da Segunda Divisão Junior.

Para Mazolinha, o título servirá como motivação ao time professional, na Segundona.

"Nossa caminhada foi marcada por dificuldades, mas hoje o Bangu tem um grupo não só de jogadores. Tem uma equipe de homens capazes de representar as cores do clube. Do time campeão, cinco ou seis jogadores poderão ser promovidos ao grupo de profissionais", disse.


Na social, as mães e pais-corujas

A social do estádio Proletário Guilherme da Silveira estava lotada. Praticamente tomada pelos familiares dos jogadores.

Odir, o pai do Ramon sempre acompanha o filho. Desta vez ele estava em companhia de familiares e amigos, todos bastante entusiasmados com as jogadas do zagueirão.

Quando Guzzon marcou seu gol na goleada, a família também festejou, embora a mamãe, Eliete, estivesse calma até àquele momento.

O mais ansioso era o pai de Sassá, autor do primeiro gol, o que abriu caminho para a vitória banguense. ‘Seu’ Sérgio passou o tempo todo em um senta-levanta, sem fim. Todas as reações foram sacadas e observadas pela repórter Maria Pimenta.

“Senti todos bastante orgulhosos de seus pupilos, cientes e contentes pelo trabalho desenvolvido pelo técnico Mazolinha. Aliás, Mazolinha não deu folga a ninguém”, conta Maria.

Ao final do jogo, com os pupilos declarados campeões, a família banguense participou da comemoração junto com eles.

Alguns dos filhos-jogadores, tomados pela emoção, procuraram aquilo que só as mamães proporcionam: o colinho. Foi dez, a festa em Moça Bonita.

 
Sérgio e Regina, pais do atacante Sassá

 
Eliete mãe de Guzzon fez questão de ir com a camisa do clube

 
Odir pai do zagueiro Ramon familiares e um amigo,
felizes com o título

. . . . . . . . . . . . . . .

2ª Juniores: Bangu Campeão Estadual
Fo
nte: Uruan Júnior/Agência FERJ

Buda Mendes/Agência FERJ
 

O Bangu derrotou o Sendas Esporte pelo placar de 4 a 0, na tarde deste sábado, no estádio de Moça Bonita, pela segunda partida decisiva do Campeonato Estadual da Segunda Divisão de Juniores. Com o placar, a equipe sagrou-se CAMPEÃ da Categoria. Agora, a equipe do técnico Mazolinha, disputará contra o Fluminense(Campeão da 1ª Divisão) e contra o Campeão da 3ª Divisão, o SUPERCAMPEONATO Estadual de Juniores.
A DECISÃO:

Precisando reverter o placar, já que no jogo de ida o Sendas havia vencido por 2 a 0, o Bangu começou a partida indo para o ataque. Aos 5 minutos, Sassá tabelou com Paolo, entrou na área, e tocou na saída do goleiro Vinícius: Bangu 1 a 0. O gol logo no início do jogo, agitou a DECISÃO. O que se via, era muita correria por parte das duas equipes. Após os 30 minutos, devido ao forte calor que fazia em Bangu, o ritmo diminuiu. Na segunda etapa, muitos gols e pênaltis. Aos 8 minutos, o lateral-direito do Sendas Vinícius Santos, que já tinha cartão amarelo, cometeu falta violenta e acabou expulso. Precisando de gols, o técnico do Bangu Mazolinha, logo em seguida a expulsão, colocou mais um atacante em campo: Richard, no lugar do volante Paulo Roberto. Aos 18 minutos, o goleiro Vinícius salvou o que seria o segundo gol da equipe da casa. Três minutos depois, brilharam as estrelas de Mazolinha e Richard. Guisson foi à linha de fundo, e cruzou para o atacante cabecear: 2 a 0. Aos 28, Castro perdeu boa chance de diminuir o placar. Aos 35, novamente Castro, levou perigo ao gol do goleiro Anderson. Três minutos depois, Fabiano foi derrubado dentro da área. Pênalti. Guisson cobrou e fez: 3 a 0. Ao Sendas, só restou atacar. Aos 48, Sassá foi derrubado dentro da área. Novo pênalti. O mesmo cobrou para decretar o Título: Bangu 4 x 0 Sendas Esporte. Bangu CAMPEÃO ESTADUAL DA SEGUNDA DIVISÃO DE JUNIORES.

Ficha Técnica:
Jogo: Bangu 4 x 0 Sendas Esporte
Local: Estádio de Moça Bonita, em Bangu
Data: 19 de julho
Horário: 15 Horas
Bangu: Anderson(Ramon), Fabrício, Renato, Jhonny e Samuel; Carlos Alberto, Guisson, Paulo Roberto(Richard) e Sassá; Paolo(Fabiano) e Wellington.
Sendas Esporte: Vinícius, Vinícius Santos, Paulo André, Rodrigo e Jofre(Davidson); Thiago, Ivan, Victor(Humberto) e Castro; Erivélton(Rodrigo) e Leonardo.

     
Livros
 
Estatísticas 2017
 
Jogos 20
Vitórias 5
Empates 6
Derrotas 9
Gols Pró 19
Gols Contra 32
Saldo de Gols -13
Aproveitamento 35%
Artilheiros 2017
 
Loco Abreu 3
Raphael Augusto 3
Rogerinho 2
Bruno Luiz 2
Leandro Chaves 1
João Guilherme 1
Guilherme 1
Carlinhos 1
Anderson Penna 1
Hygor Guimarães 1
Daniel Bueno 1
Marlon 1
Mauro Silva 1