Rio de Janeiro, segunda-feira, 28 de julho de 2014 - 11h21min
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos
» 1ª Página » Informações » Notícias


09/04/2012 -
Bangu sonha alto, sem medo de ser feliz
Fonte: Maria Pimenta (GuiaFut)

Alvirrubro lidera o grupo B da Taça Rio, mas ainda não se livrou do rebaixamento

Depois de péssimo desempenho na Taça Guanabara, na qual perdeu todos os jogos, o Bangu realiza boa campanha no segundo turno, a Taça Rio. Com 12 pontos a uma rodada do fim da fase classificatória, lidera o grupo B e sonha com uma vaga nas semifinais do turno. Mas, do paraíso parecer próximo, o clube ainda não se livrou da principal ameaça da temporada: o rebaixamento.

Como não pontuou no primeiro turno, a equipe está em maus lençóis. Precisa vencer o Resende domingo (15), às 16h, em Moça Bonita, e torcer para que Bonsucesso ou Madureira, que também têm 12 pontos, tropecem. Assim, além de garantir permanência na elite, estaria classificado para as semifinais.

Hoje, o clima em Moça Bonita é de confiança. Ninguém quer lembrar do primeiro turno e todos sonham com dias melhores. Autor do gol da vitória sobre o Macaé ( 1 a 0), neste sábado (7), em Moça Bonita, o atacante Sérgio Júnior dita o ritmo da equipe para a sequência do campeonato.

“Muitos não acreditaram que poderíamos chegar até aqui. Depois da campanha na Taça Guanabara, o descrédito é natural, mas viramos o jogo e temos uma nova postura. Somos um grupo unido, com espírito realmente coletivo. Hoje estamos focados em ajudar o clube a se livrar do rebaixamento e a garantir uma vaga nas semifinais”, afirma o jogador.

Entre as dificuldades e as alegrias da campanha, ficam as emoções da festa que está prestes a chegar ao fim e começa a deixar saudade. “Pena que daqui a pouco o campeonato termina e a gente sabe que cada um seguirá seu caminho. Mas já estamos até ficando com saudades de tudo isto. Mas o mais importante é que o time reagiu. Deixamos para trás os maus momentos porque acreditamos que poderíamos mudar a história e dar alegrias à torcida que nos acompanhou”, conclui Sérgio Júnior.

 Volta     Sobe
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.012
Vitórias 1.679
Empates 953
Derrotas 1.380
Gols Pró 7.086
Gols Contra 6.127
Saldo de Gols 959
Artilheiros
 
Ladislau 226
Moacir Bueno 189
Nívio 147
Menezes 134
Zizinho 125
Luís Carlos 110
Paulo Borges 108
Décio Esteves 97
Arturzinho 91
Marinho 80