Fundado em 17 de abril de 1904
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos

30/10/1999 - BANGU 4 x 2 VOLTA REDONDA

FICHA TÉCNICA
Competição:
Copa Rio
Local:
Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho
Árbitro:
Faiça Abraão Filho, auxiliado por Mário Jorge Marques e Márcio José Cunha
Marcelo Pires; Marcelo Cardoso, Marcelo Gomes, Nailton e Marquinhos; Humberto, Guillit, Zada e Alexandre (Leandro); Nilton (Cacá) e Paulo Andrade (Moresch).
Técnico: Alfredo Sampaio.
Lugão; Gatão, Evaldo, Fabiano e Ricardo (Guto); Dé, Anderson Luiz (Nilberto), Claudinho e Marquinhos (Léo); André Biquinho e Roberto.
Técnico: Wilton Xavier.
Nilton, Paulo Andrade, Moresch e Zada para o Bangu e Marquinhos (2) para o Voltaço.
André Biquinho do Voltaço aos 10 minutos do primeiro tempo.

. . . . . . . . . . . .

Voltaço perde para o Bangu
Fo
nte: Diário do Vale

Apesar da desastrosa arbitragem, o time de Moça Bonita soube explorar as falhas da defesa adversária e mereceu a vitória

O Voltaço começou mal a segunda fase da Copa Rio, perdendo de 4 a 2 para o Bangu sábado em Moça Bonita. Apesar da desastrosa arbitragem do juiz, Faiça Abraão Filho, o time de Moça Bonita soube explorar as falhas da defesa adversária e acabou merecendo a vitória.

Nos primeiros 20 minutos aconteceram uma série de equívocos da arbitragem que acabaram prejudicando o espetáculo. Em apenas oito minutos Faiça havia distribuído nada menos que quatro cartões amarelos para os jogadores do Voltaço, e conseguiu complicar ainda mais, aos 10 minutos, quando expulsou o atacante André Biquinho.

O Bangu abriu o marcador aos 19 minutos, por intermédio do atacante Nilton, que aproveitou uma falha da defesa e uma saída em falso do goleiro Lugão para completar a jogada. Aos 38 minutos o árbitro Faiça Abraão voltou a cometer um erro grave ao marcar um pênalti inexistente contra o Bangu. Marquinhos cobrou no canto esquerdo do goleiro Marcelo Pires e empatou a partida.

No segundo tempo o Voltaço, apesar de jogar com um homem a menos, estava melhor em campo. Mas aos 13 minutos, outra falha da arbitragem. Faiça Abraão inverteu uma falta do atacante Zada no lateral-esquerdo Ricardo, do Voltaço.

Numa cobrança rápida do meio-campo Humberto, Paulo Andrade ficou livre para desempatar a partida. O terceiro gol do Bangu aconteceu aos 18 minutos numa jogada pela direita do atacante Moresch. Ele driblou o zagueiro Fabiano e chutou forte, sem chance de defesa para Lugão.

Aos 38 minutos o goleiro Marcelo Pires derrubou o atacante Roberto dentro da área, em novo pênalti que Marquinhos aproveitou para diminuir o marcador. O quarto gol do Bangu surgiu aos 46 minutos, através de Zada. Ele recebeu livre de marcação um cruzamento da direita e de cabeça desviou a bola do goleiro Lugão, fechando o placar em 4 a 2 para o Bangu.

     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.157
Vitórias 1.731
Empates 990
Derrotas 1.436
Gols Pró 7.339
Gols Contra 6.366
Saldo de Gols 973
Artilheiros
 
Ladislau 230
Moacir Bueno 204
Nívio 152
Menezes 138
Zizinho 126
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 97
Arturzinho 93
Marinho 83