Fundado em 17 de abril de 1904
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos

10/11/1999 - BANGU 0 x 1 VOLTA REDONDA

FICHA TÉCNICA
Competição:
Copa Rio
Local:
Estádio Raulino de Oliveira
Árbitro:
Amaurilio Saleão, auxiliado por Ricardo Gazone e Galdino Régis Filho
Leandro, Marcelo, Nailton e Marquinhos; Humberto, Gullitt, Edilson (Dias) e Zada; Nilton e Cacá (Fabinho).
Técnico: Alfredo Sampaio.
Lugão; Gatão, Fabiano, Guto (Luciano) e Ricardo; Dé, Anderson Luiz, Lópes e André Biquinho (Léo); Nilberto e Roberto.
Técnico: Wilton Xavier.
Nilberto, aos 15 minutos do primeiro tempo.
Gatão, Nilberto, Marcelo, Humberto e Edilson.
Nilton.

. . . . . . . . . . . .

Voltaço dispara na liderança
Fo
nte: Diário do Vale

Depois da vitória sobre o Bangu, empate no próximo jogo garante a vaga para as semifinais da Copa Rio

Apesar do campo pesado e da violência dos jogadores do Bangu, o Voltaço conseguiu ontem à tarde, no Estádio Raulino de Oliveira, mais uma vitória na Copa Rio e caminha para conseguir a vaga para as semifinais. O time não foi brilhante, mas mereceu a vitória de 1 a 0 - gol marcado por Nilberto, de cabeça - e só não conseguiu um resultado mais dilatado porque o goleiro Max, do Bangu, fez pelo menos três grandes defesas, principalmente no primeiro tempo, quando o time da Cidade do Aço conseguiu criar as melhores chances de gol.

A vitória sobre o Bangu mostrou um time determinado e mais organizado em todos os setores. O atacante Roberto, que antes tinha apenas a função de jogar na área adversária, subiu de produção desde que o técnico Wilton Xavier assumiu o comando da equipe. Hoje, o Voltaço é um time compacto, onde todos atacam e defendem o tempo todo, por isso lidera a Copa Rio e pode ser apontado como um dos favoritos para a conquista do título. Na partida de ontem, o time não só superou o péssimo estado do gramado como também o adversário, que no Rio conseguiu uma vitória por 4 a 2.

O único gol da partida surgiu aos 15 minutos do primeiro tempo, quando Nilberto acertou uma cabeçada certeira sem chance de defesa para o goleiro do Bangu após escanteio cobrado por André Biquinho. Ainda no primeiro tempo, o Voltaço teve pelo menos mais três oportunidades com Roberto, que chutou cruzado para uma difícil defesa do goleiro Max, Nilberto, que acertou a trave, e novamente com Roberto, que, de cabeça, obrigou o goleiro do Bangu a uma grande defesa.

No segundo tempo, o time de Moça Bonita conseguiu equilibrar a partida, mas esbarrou no quase perfeito sistema de marcação do meio-campo do Voltaço, que, em jogadas rápidas de contra-ataque, criou pelo menos mais quatro chances de liquidar a partida. Sentindo a superioridade do adversário, o Bangu passou a parar as jogadas com violência, obrigando o árbitro Amaurílio Saleão a distribuir vários cartões amarelos e expulsar o atacante Nilton, que agrediu o zagueiro Guto com uma cotovelada
.

     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.157
Vitórias 1.731
Empates 990
Derrotas 1.436
Gols Pró 7.339
Gols Contra 6.366
Saldo de Gols 973
Artilheiros
 
Ladislau 230
Moacir Bueno 204
Nívio 152
Menezes 138
Zizinho 126
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 97
Arturzinho 93
Marinho 83