Fundado em 17 de abril de 1904
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos

29/09/2002 - AMÉRICA (RJ) 0 x 2 BANGU

FICHA TÉCNICA
Competição:
Campeonato Brasileiro - Série C - 1ª Fase
Local:
Estádio Giulite Coutinho, Édson Passos
Árbitro:
Edílson Soares da Silva (RJ), auxiliado por João Luís Ribeiro Magalhães e Vilmar Raul (RJ)
Welerson; Germano, Valkimar, Marcelo Moura e Josecler (Luciano); Zé Hilton (Dias), Ratinho, Maricá e Fabrício Carvalho; Jeferson e Fágner (Fabiano)
Técnico: Tita
Cléber; Da Silva, Leonardo Zuim, Naílton e Júlio César; Hélder, Beto, Léo Santos e Renatinho; Fabiano (Josafá) e João Rodrigo (Jéferson)
Técnico: Miguel Ferreira
Bangu 1 x 0: João Rodrigo, aos 45min do 1º tempo
Bangu 2 x 0: João Rodrigo, aos 16min do 2º tempo
Marcelo Moura, Josecler e Maricá (América); Da Silva, Naílton, Hélder e João Rodrigo (Bangu)
Leonardo Zuim (Bangu); Fabrício Carvalho (América)

. . . . . . . . . . . . . . .

Rumo à Série B
Fo
nte: Jornal dos Sports (Sérgio Arêas)

Bangu vence América e se classifica

O Bangu conseguiu, na última rodada, a classificação para a segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série C. Jogando em Édson Passos, derrotou por 2 a 0 o América, gols de João Rodrigo, e garantiu a segunda colocação no Grupo 12. A primeira ficou com o Olaria. No próximo domingo, o Bangu vai enfrentar o Atlético Goianiense*, em Moça Bonita, pela segunda fase.

No primeiro tempo as equipes não se apresentaram bem e o que se viu foi um festival de cartões. Foram sete amarelos e dois vermelhos. Com tantas faltas, a primeira boa oportunidade só aconteceu aos 27 minutos, numa cobrança de falta de Josecler. O goleiro Cléber fez boa defesa.

Aos 40, outra boa chance: o lateral Germano escapou pela direita e cruzou na medida para Fágner chutar em cima de Cléber. No contra-ataque surgiu a única oportunidade do Bangu. O lateral-esquerdo Júlio César cruzou e a bola passou por toda a zaga do América. No rebote, Fabiano tocou para João Rodrigo marcar.

No segundo tempo, os times voltaram dispostos a atacar e o que se viu foi um festival de chances perdidas. A primeira aconteceu aos quatro minutos, com Maricá chutando em cima do goleiro Cléber. Um minuto depois, o Bangu chutou a bola duas vezes na trave de Welerson. No rebote, Léo Santos foi derrubado na área. Fabiano cobrou e perdeu o pênalti. O Bangu estava melhor e o segundo gol era questão de tempo. Aos 17 minutos, Renatinho lançou para João Rodrigo, que avançou pelo meio sem ser incomodado pela zaga e tocou na saída de Welerson. Foi o quinto gol do artilheiro banguense na competição.

Com a vitória, o Bangu ficou na segunda colocação no Grupo 12 e se classificou juntamente com o Olaria, que venceu o Volta Redonda por 1 a 0 e terminou na primeira colocação.


Miguel Ferreira é só elogios para os jogadores

Foram duas vitórias nas duas últimas rodadas, resultados que garantiram ao Bangu a segunda colocação no Grupo 12. Segundo o técnico Miguel Ferreira, o time vem aos poucos conseguindo o entrosamento ideal.

"Nosso time vem jogando bem, mas não conseguíamos transformar as boas jogadas em gols. Mas finalmente isso aconteceu e o Bangu fez seis gols somente nos jogos contra o Volta Redonda e América", disse o treinador.

Miguel também ressaltou a maturidade dos jogadores. "Aos poucos nossos jogadores vêm mostrando maturidade para superar adversários muito difíceis, como foi o América. O time aos poucos vai se encorporando e por isso os resultados estão saindo", afirmou.

Mesmo tendo um jogador expulso no primeiro tempo (Leonardo Zuim), o técnico elogiou a atuação do árbitro Edílson Soares da Silva: "Ele esteve muito bem e soube coibir a violência. Está de parabéns."


PERSONAGEM: João Rodrigo

O camisa 11 do Bangu, além de ser o artilheiro da equipe na Série C, com cinco gols, é o responsável pelas melhores jogadas. Aos 24 anos, este mineiro de Cataguases saiu de casa muito novo para jogar nas categorias de base do Bangu, mas ainda teve tempo para jogar uma temporada em Honduras, onde aprendeu a superar as dificuldades. "Já passei por muita coisa, inclusive quando fui jogar no Olímpia, de Honduras. Mas no Bangu nós nos conhecemos muito bem. Mais de 70% do time já joga junto há mais de dois anos e este é um dos segredos para a boa campanha", disse. João Rodrigo deixou a partida aos 40 minutos do segundo tempo, após receber um pisão no braço esquerdo, mas nada que o impeça de jogar na segunda fase. "O importante é a classificação. Agora é pensar no Atlético Goianiense*."

* O próximo adversário do Bangu será o Villa Nova-MG e não é o Atlético Goianiense como mencionado na reportagem.

. . . . . . . . . . . . . . .

Bangu vence e se classifica
Fo
nte: Lance!

RIO - O Bangu segurou a pressão, marcou na primeira oportunidade que teve, ampliou a diferença e venceu, ontem, em Édson Passos, o América por 2 a 0. Com o triunfo, o time assegurou o segundo lugar no Grupo 12 e avançou à próxima fase da Série C, quando pega o Villa Nova-MG.

A espera pelo policiamento atrasou o jogo em 30 minutos. Logo o duelo, vital às pretenções dos dois times, se mostrou tenso. O juiz distribuiu seis cartões amarelos e dois vermelhos só no primeiro tempo.

O América - que precisava dos três pontos e de um tropeço do Volta Redonda para se classificar - começou bem. Porém, seus ataques paravam nas mãos do seguro goleiro Cléber. A melhor oportunidade surgiu numa falta cobrada por Josecler. O castigo veio aos 45. Fabiano dentro da área tocou rasteiro para João Rodrigo fazer o primeiro do Bangu.

O gol abalou o Diabo e no segundo tempo só deu visitante. Duas bolas na trave, um pênalti perdido por Fabiano e mais um gol de Jão Rodrigo aos 16 minutos.

- Eles jogaram bem o segundo tempo - disse o técnico do América, Tita.

     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.193
Vitórias 1.741
Empates 1.005
Derrotas 1.447
Gols Pró 7.385
Gols Contra 6.414
Saldo de Gols 971
Artilheiros
 
Ladislau 230
Moacir Bueno 206
Nívio 154
Menezes 138
Zizinho 127
Luís Carlos 126
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 86