Fundado em 17 de abril de 1904
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos


BANGU 2 x 3 FRIBURGUENSE

FICHA TÉCNICA - Súmula
Competição:
Copa Rio - 1ª Fase - Grupo B (Returno - 2ª rodada)
Local:
Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho (Moça Bonita), em Bangu (RJ)
Data-Hora:
Sábado, 01/10/2011 - 15h
Renda:
R$ 795,00
Público:
118 pagantes (208 presentes)
Árbitro:
Leonardo de Castro Moreira (RJ)
Auxiliares:
Rodrigo Teixeira de Freitas Braga (RJ) e Diego Passareli Lourenço (RJ)
Wagner Braz, Tiago Lopes (Gedeílson), Abílio, Carlos Renan e Baiano; Raphael Azevedo (Sidney), André Barreto, Mayaro e Guzzon (Miller); Bruno Luiz e Bruno Carvalho.
Técnico: Marcão.
Adílson; Crispin (Marquinhos), Cadão, Diego Guerra e Victor Hugo (Flavinho); Bidú, Marcelo, Lucas e Jorge Luiz; Diego Santos (Ricardo) e Ricardinho. 
Técnico:  Gerson Andreotti.
Guzzon, Mayaro e Gedeilson (Bangu); Diego Guerra, Diego Santos, Cadão, Ricardinho e Adilson (Friburguense)
-
Bangu 0 x 1: Ricardinho, aos 37min do 1º tempo
Bangu 1 x 1: Bruno Luiz, aos 8min do 2º tempo
Bangu 2 x 1: Bruno Carvalho, aos 17min do 2º tempo
Bangu 2 x 2: Diego Santos, aos 39min do 2º tempo
Bangu 2 x 3: Ricardinho, aos 42min do 2º tempo

. . . . . . . . . . . . . . .

Friburguense derrota Bangu em Moça Bonita
Fonte: Fabio Menezes (Papo Esportivo)

Bangu e Friburguense se enfrentaram na tarde deste sábado em Moça Bonita pela segunda rodada do returno da primeira fase e, em jogo de boa qualidade e alternância de domínios, a equipe do interior venceu por 3 a 2 e praticamente assegurou vaga à próxima fase.

Nem mesmo o calor impediu que as duas equipes lutassem muito, mas com poucas chances reais de gol.  Explorando a velocidade dos seus laterais, o Friburguense saía em velocidade mas a zaga alvirrubra levava vantagem, e à base de bom toque de bola, o Bangu envolvia e chegava ao ataque mas pecava nas conclusões. 

Aos 40 minutos, o time serrano surpreendeu.  Aproveitando descuido da zaga banguense, Ricardinho invadiu a área e bateu forte sem chances para Wagner Braz.

Na segunda etapa, logo aos seis minutos, Cadão cometeu pênalti em Bruno Carvalho e, com categoria, Bruno Luiz deslocou Adílson e empatou para o Bangu.  Com a igualdade no marcador, a partida ganhou em qualidade e, aos 17, o time da Zona Oeste chegou à virada. Bruno Carvalho que fez belo gol aproveitando com categoria troca de passes entre André Barreto e Guzzon.

Sem se abater, o Friburguense lutou e virou em três minutos.  Aos 39, Bidu encobriu Wagner Braz e, três minutos depois, Ricardinho, mais uma vez, bateu forte após receber passe pelo meio e acertou o ângulo, fazendo o terceiro gol serrano.

Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho
01 de outubro de 2011 - 15 horas

Renda:  R$ 795,00
Público:  118 pagantes e 208 presentes

Árbitro:  Leonardo de Castro Moreira
Assistentes:  Rodrigo Teixeira de Freitas Braga e Diego Passareli Lourenço

Cartões amarelos:  Guzzon e Mayaro (Ban) e Diego Guerra Diego Santos (Fri)

Bangu: Wagner Braz, Tiago Lopes (Gedeílson), Abílio, Carlos Renan e Baiano; Raphael Azevedo (Sidney), André Barreto, Mayaro e Guzzon (Miller); Bruno Luiz e Bruno Carvalho.  Técnico:  Marcão.

Friburguense: Adílson; Crispin (Marquinhos), Cadão, Diego Guerra e Victor Hugo (Flavinho); Bidú, Marcelo, Lucas e Jorge Luiz; Diego Santos (Ricardo) e Ricardinho.  Técnico:  Gerson Andreotti.

. . . . . . . . . . . . . . .

Em jogo de viradas e cinco gols, Friburguense derrota Bangu
Fonte: Maria Pimenta (GuiaFut)

Frisão está garantido na segunda fase da Copa Rio

Neste sábado à tarde, em jogo emocionante, com duas viradas, o Bangu perdeu para o Friburguense, por 3 a 2, no Estádio de Moça Bonita, no Rio de Janeiro, pela penúltima rodada da primeira fase da Copa Rio.

Sob um calor de 42 graus, que obrigou o Friburguense a deixar o banco de reservas e improvisar assentos próximo às sociais, onde havia sombra, os visitantes saíram na frente com gol de Ricardinho, aos 40 minutos do primeiro tempo.

No entanto, no segundo tempo, o time banguense conseguiu empatar logo aos 4 minutos, em pênalti cobrado por Bruno Luiz, e virou aos 22, com Bruno Carvalho. De imediato, Flavinho, retornando de empréstimo, entrou no lugar de Victor Hugo, e o Frizão partiu para cima. De tanto insistir chegou ao empate aos 41 minutos, com Bidu. Dois minutos depois, veio a virada, quando Flavinho passou por três marcadores e inverteu para Ricardinho chutar no ângulo e colocar o Friburguense na próxima fase.

No outro jogo do grupo B, o líder Macaé perdeu sua invencibilidade ao cair por 2 a 1 diante da lanterna e já eliminada Cabofriense, em Cabo Frio.


Grupo B

1º) Macaé e Friburguense = 10 pontos ganhos;
3º) Bangu = 5;
4º) Cabofriense = 3.

. . . . . . . . . . . . . . .

Em jogo disputado, Bangu perde e espera por milagre
Fonte: Agência Bangu

Num sábado de muito calor em Moça Bonita, a equipe do Bangu teve o jogo dominado, mas vacilou nos últimos 20 minutos e o experiente time do Friburguense soube aproveitar e garantiu sua vaga na próxima fase da COPA RIO.

No inicio do primeiro tempo com os termômetros marcando 40°c as duas equipes fizeram um jogo sem muitos lances e quase nenhuma oportunidade de gol. Numa das únicas finalizações do primeiro tempo, o atacante Ricardinho aproveitou a bobeira pelo lado direito da zaga banguense e chutou sem defesa para o goleiro Wagner Braz , Friburguense 1 x 0. E foi só.

O segundo tempo começou a todo vapor com o Bangu partindo pra cima e dominando o jogo. A pressão surtiu efeito quando Bruno Carvalho fez ótima jogada pela direita e sofreu penalti cometido por Cadão. Bruno Luiz bateu forte no canto e igualou o placar. Bangu 1 x 1.

O gol de empate animou ainda mais o alvirrubro que conseguiu a virada através de seu melhor jogador, Bruno Carvalho, que após receber belo passe de André Barreto, girou e chutou no canto. Bangu 2 x 1.

Após a virada, o Bangu teve a chance de matar o jogo, após boa roubada de bola de André Barreto, mas o volante não finalizou e nem passou a bola pra Bruno Carvalho que estava sozinho na pequena área. Como o ditado diz: Quem não faz, leva. Após bobeira do sistema defensivo banguense numa cobrança de escanteio, o volante Bidu chutou a bola que desviou na zaga e tirou qualquer chance de defesa de Wagner Braz. Friburguense 2 x 2.

Quando todos achavam que o jogo terminaria empatado, o tricolor serrano aporveitou nova bobeira da zaga que deixou o atacante Ricardinho marcar seu segundo gol no jogo e dar números finais a partida e colocou a calculadora na mão da torcida banguense. Friburguense 3 x 2.

A equipe faz sua reapresentação na segunda-feira a tarde para começar avaliar o estrago da derrota e buscar forças para o próximo confronto com a Cabofriense em casa, a fim de manter vivo o sonho da classificação.

Bangu AC: Wagner Braz; Thiago Lopes (Gedeilson), Abílio, Carlos Renan e Baiano; Rafael Azevedo (Sidney), André Barreto, Mayaro e Guzzon (Miller); Bruno Carvalho e Bruno Luiz.
Técnico: Marcão Oliveira

Friburguense AC: Adilson; Crispin (Marquinhos), Cadão, Diego Guerra e Victor Hugo (Flavinho); Bidu, Marcelo, Lucas e Jorge Luiz; Diego Santos (Ricardo) e Ricardinho.
Técnico: Gerson Andreotti

Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho
1 de Outubro de 2011 - 15 horas
Renda:R$785,00
Público presente: 208
Público Pagante: 118
Árbitro: Leonardo de Castro Moreira
Auxiliares:Rodrigo T.de Freitas braga,Diego Passareli Lourenço
Cartões amarelo: Mayaro e Guzzon (Ban); Diego Guerra e Diego Santos (Fri)
Gols: Ricardinho 40, 87 , Bidu 84 (Fri); Bruno Luiz 53, Bruno Carvalho 62 (Ban)

. . . . . . . . . . . . . . .

Video do jogo
 
 

Fotos do jogo
 
Foto: Fabio Menezes
 
 
Foto: Maria Pimenta
 
Friburguense surpreende em Moça Bonita
 
Foto: Patricia Oliveira / Agência Bangu
 
Bruno Carvalho que fez um dos gols e lutou muito, não conseguiu a vitória
 
Foto: Vinicius Gastin

 

 

 
Foto: Vinicius Gastin
 
 
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.224
Vitórias 1.749
Empates 1.014
Derrotas 1.461
Gols Pró 7.409
Gols Contra 6.453
Saldo de Gols 956
Artilheiros
 
Ladislau 230
Moacir Bueno 206
Nívio 154
Menezes 139
Luís Carlos 126
Zizinho 124
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 86