Fundado em 17 de abril de 1904
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos


SENDAS 0 x 3 BANGU

FICHA TÉCNICA - Súmula
Competição:
Copa Rio - 2ª Fase - Grupo E (Returno - 5ª rodada)
Local:
Estádio Arthur Sendas (Sendolândia), em São João de Meriti (RJ)
Data-Hora:
Sábado, 12/11/2011 - 16h (Horário Brasileiro de Verão)
Renda:
R$ 3.500,00
Público:
400 pagantes (450 presentes)
Árbitro:
Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares:
Michael Correia (RJ) e Luiz Felipe Scofield Guerra Costa (RJ)
Felipe; Robertinho, Rafael Donato, Diego (Hyuri) e Calisto; Cleiton, Digão e Breno (Wellington); Giovanni (Ivan Junior), Castro e Rafael Martins.
Técnico: Maurício Barbieri.
Wagner Braz; Tiago Lopes, Fábio Ney, Carlos Renan e Baiano (Gedeílson); Raphael Azevedo, André Barreto, Mayaro (Carlinhos) e Guzzon; Leandrinho (Bruno Carvalho) e Bruno Luiz.
Técnico: Marcão.
Carlos Renan, Baiano e André Barreto (Bangu); Digão (Sendas)
-
Bangu 1 x 0: Bruno Luiz, aos 30min do 1º tempo
Bangu 2 x 0: Raphael Azevedo, aos 6min do 2º tempo
Bangu 3 x 0: Guzzon, aos 11min do 2º tempo

. . . . . . . . . . . . . . .

Na raça, Banguzão vence o Audax por 3 a 0 e se classifica
Fonte: Vitor Costa (FutRio)

Equipe alvirrubra não se intimidou com o Estádio Arthur Sendas e garantiu a vaga

Uma vitória na base da raça e da superação. Assim pode ser definida a vitória do Bangu pra cima do Audax por 3 a 0 neste sábado (12) em pleno Estádio Arthur Sendas, em São João de Meriti. Com o resultado, o alvirrubro garantiu a vaga na semifinal da Copa Rio e vai enfrentar o Friburguense, enquanto o time meritiense está fora da briga.

Pressionando de forma desgovernada, o Audax não conseguia marcar de jeito nenhum e ainda esbarrava na falta de sorte. Por sua vez, o Bangu era exatamente o oposto: tinha tranquilidade para tocar a bola e chegar no momento certo. Aos 12 minutos, Guzzon bateu falta, André Barreto cabeceou e Carlos Renan, um dos nomes do jogo, colocou na trave esquerda do goleiro Felipe.

Aos 29, contudo, não teve jeito: Mayaro chutou de longe, Felipe espalmou pra frente e Bruno Luiz apareceu na cara do gol e sem marcação para fazer 1 a 0. O Audax teve uma chance no minuto seguinte. Castro saiu de frente para Wagner e tirou do goleiro, mas antes da bola entrar, Tiago Lopes salvou em cima da linha.

Na etapa complementar, o Audax – precisando da vitória para seguir na competição – partiu para cima. Aos três minutos, Digão cruzou, Rafael Martins cabeceou e o goleiro Wagner Braz fez o primeiro de seus milagres. Entretanto, apenas três minutos depois, Baiano cruzou e Raphael Azevedo cabeceou para as redes: 2 a 0.

A sorte e a competência estavam do lado do Bangu. Aos 11, Tiago Lopes recebeu Mayaro, avançou pela direita e bateu cruzado. O meia Guzzon, que substituiu Tiano com a camisa 10, apareceu de carrinho para fazer o terceiro gol banguense, praticamente matando o jogo a favor do alvirrubro em São João de Meriti.

Em desvantagem de três gols, o Audax partiu com tudo para cima e o técnico Maurício Barbieri chegou a colocar cinco atacantes em campo. Contudo, o bombardeio não se transformou em gols. Aos 11, Castro bateu de fora da área e Wagner Braz fez uma ótima defesa. Aos 23, Wellington chutou de fora da área, a bola bateu em Carlos Renan e acertou a trave esquerda do goleiro Wagner Braz. Na volta, Wagner defendeu.

Com a zaga aberta, o Audax começou a levar sufoco em contra-ataques. Aos 37, Bruno Luiz saiu livre e tocou por cima de Felipe, mas a bola foi pra fora. Dois minutos depois, Bruno Luiz teve outra chance de aumentar, mas Felipe fez boa defesa. Entretanto, no ataque, o time não marcou: 3×0, placar final.

Na próxima quinta-feira (17), o Bangu enfrenta o Friburguense, jogo de ida das semifinais da Copa Rio 2011, em Moça Bonita. Não há a regra do gol fora de casa. O jogo de volta é no Eduardo Guinle.

. . . . . . . . . . . . . . .

O sonho não acabou. Bangu vence e vai a semifinal da Copa Rio 2011
Fonte: Agência Bangu

Junto com o time que entrou em campo para o confronto com o Audax-RJ neste sábado em São João de Meriti, veio o peso e a tradição da centenária camisa alvirrubra. A equipe da zona oeste se vestiu de força e brios e obteve uma fantástica vitória sobre o time meritiense por 3x0 em uma partida dominada pelo Bangu, principalmente no segundo-tempo. Os banguenses colocaram o coração na ponta das chuteiras e envolveram totalmente o adversário, com bom toque de bola e uma atuação soberba de Guzzon. Ele fez de tudo: correu; marcou; armou; lançou e fez gol. Substituiu a altura Tiano, que deve voltar na próxima partida, e foi um dos responsáveis pela vitória.

O primeiro movimento foi do Audax, Cleiton tabelou com Digão, mas na hora de finalizar Carlos Renan cortou. Aos 11’, Digão arriscou de longe e mandou por cima. A resposta banguense veio 2’ depois. Guzzon jogou na área e a bola sobrou para André Barreto que serviu a Carlos Renan que cabeceou na trave do goleiro Felipe. Aos 17’, Leandrinho bateu de longe, mas a bola foi fora. Após o tempo técnico Marcão posicionou seu time mais a frente. Aos 29’, Mayaro bateu no gol, o goleiro deu rebote e Bruno Luiz escorou de cabeça. Audax 0x1 Bangu. Na seqüência Castro quase empata, mas Wagner Braz salvou. Aos 35’, Giovani tentou de letra, mas a zaga tirou. O Audax colocava uma pressão desordenada, não conseguia furar o bloqueio banguense. Aos 38’, Leandrinho teve uma luxação no cotovelo, após choque com Robertinho, e o técnico Marcão teve que fazer sua primeira alteração mandando a campo Bruno Carvalho. Aos 42’, Wagner Braz fez grande defesa em falta cobrada por Calisto. E o primeiro tempo terminou assim: Audax 0x1 Bangu.

Veio o segundo-tempo e o Bangu mostrou que não sairia dali sem a vitória. Aos 3’ em um contra-ataque, Guzzon serviu a Bruno Luiz que sozinho bateu em cima do goleiro Felipe. O Audax revidou. 1’ depois, Wagner Braz fez defesa espetacular em cabeçada de Rafael Martins. Mas o Bangu aumentou a pegada e foi para cima. Aos 6’, Baiano cobrou escanteio na cabeça de Raphael Azevedo que jogou no canto direito de Felipe. Audax 0x2 Bangu.

Os alvirrubros continuavam encurralando os meritienses e aos 11’, após boa troca de passes. Tiago Lopes entrou pela direita e cruzou para Guzzon que escorou de carrinho. Um gol de raça. A partir daí, foi festival de gols perdidos. Aos 17’, Guzzon fez uma jogada espetacular. Ele entrou pelo meio, driblou três marcadores ficou de cara para o gol, mas bateu em cima do goleiro. Um lance muito bonito. Aos 19’ Marcão tirou Baiano e colocou Gedeilson para aumentar a velocidade pelo setor. O festival de gols perdidos continuava e o Audax rondava a meta banguense, mas não conseguia consolidar as ações. Aos 24’ Bruno Carvalho sozinho, perdeu. Ele tinha Bruno Luiz e Guzzon a seu lado, sozinhos sem marcação, mas foi para jogada individual e acabou perdendo a bola para a zaga. Aos 28’ Mayaro, machucado, deu lugar a Carlinhos. Aos 30’, Fabão salvou uma bola que parecia perdida, depois da finalização de Castro. Aos 35’, Bruno Luiz perdeu sozinho depois de um contra-ataque. Aos 38’, mais uma vez chutou em cima do goleiro. E foi assim até o final. A vitória coloca o time na semifinal da competição e mantém acessa a chama do sonho do título.

Agora é contar com o apoio total da torcida pela primeira partida da próxima decisão contra o Friburguense quinta-feira às 16:00h em Moça Bonita.

. . . . . . . . . . . . . . .

Video do jogo
 
 

Fotos do jogo
 
Foto: Paulo Roberto Rodrigues
 
A marcação banguense foi intensa o jogo inteiro
 
Foto: Carlos Júnior/FutRio
 
Carlos Renan vibra com a vitória
 
Foto: Carlos Júnior/FutRio
 
Guzzon, de carrinho, faz o terceiro
 
Foto: Carlos Júnior/FutRio
 
 
Foto: Carlos Júnior/FutRio
 
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.224
Vitórias 1.749
Empates 1.014
Derrotas 1.461
Gols Pró 7.409
Gols Contra 6.453
Saldo de Gols 956
Artilheiros
 
Ladislau 230
Moacir Bueno 206
Nívio 154
Menezes 139
Luís Carlos 126
Zizinho 124
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 86