Fundado em 17 de abril de 1904
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos


BANGU 1 x 1 BOTAFOGO

FICHA TÉCNICA - Súmula
Competição:
Campeonato Estadual (Taça Rio - 3ª rodada)
Local:
Estádio Proletário Guilherme da Silveira Filho (Moça Bonita), em Bangu (RJ)
Data-Hora:
Sábado, 10/03/2012 - 16h
Renda:
R$ 79.125,00
Público:
3.622 pagantes (4.482 presentes)
Árbitro:
Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares:
Silbert Faria Sisquim (RJ) e Wendel de Paiva Gouvea (RJ)
Willian Alves; China (Gedeílson, 31'/2ºT), Raphael, Santiago e Renan Oliveira; Oliveira, André Barreto, Thiago Galhardo (Luciano, 27'/2ºT) e Almir (Gabriel Galhardo, 42'/2ºT); Fabinho e Sérgio Júnior.
Técnico: Cleimar Rocha.
Jefferson; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Lucas Zen, Renato, Herrera, Felipe Menezes (Jeferson, 29'/2ºT) e Caio (Cidinho, 20'/2ºT); Loco Abreu (Jobson, intervalo).
Técnico: Oswaldo de Oliveira.
Thiago Galhardo, Oliveira, China e Luciano (Bangu); Herrera e Lucas Zen (Botafogo)
-
Bangu 0 x 1: Cidinho, aos 27min do 2º tempo
Bangu 1 x 1: Almir, aos 29min do 2º tempo

. . . . . . . . . . . . . . .

Na volta de Jobson, Botafogo tropeça diante do Bangu
Fonte: Lancepress!


Foto: Gilvan de Souza
 
Jobson, que reestreava, bem que tentou, mas não conseguiu dar a vitória ao Botafogo

Cidinho abre placar para o Alvinegro, que leva empate em seguida. Jobson joga segundo tempo, e dá passe para gol

A festa pelo retorno de Jobson acabou sendo ofuscada. Jogando em Moça Bonita, na tarde deste sábado, o Botafogo empatou em 1 a 1 com o Bangu, pela terceira rodada da Taça Rio. A equipe chegou a sair na frente com Cidinho, mas levou o empate através de Almir, ex-alvinegro, pouco depois.

O atacante Jobson entrou em campo, no intervalo, substituindo Loco Abreu. Mesmo tendo algumas chances, não conseguiu balançar a rede - teve um gol anulado. Mas, ainda assim, deu o passe para o gol do Glorioso, que volta a campo na quarta-feira, contra o Treze (PB), pela Copa do Brasil.


O JOGO

O Alvinegro já começou a partida tomando a iniciativa do ataque. Caio fez boa jogada pelo meio e chutou para fora, ainda com um minuto de bola rolando. Mas o time da casa respondeu. Após escanteio da esquerda, Sérgio Júnior esticou a perna e acertou o travessão. Mais tarde, o ex-botafoguense Almir, que estreava pelo Alvirrubro, também levou perigo.

Em seguida, o Botafogo passou a acertar mais os passes na frente, mas as oportunidades mais claras ainda eram desperdiçadas. Caio chutou de longe, Willian espalmou e Loco Abreu quase marcou. Em seguida, o uruguaio bateu para fora após um córner.

Aos 25, o argentino Herrera quase fez um golaço, chutando da entrada da área, levando perigo à meta de Willian. Mesmo com mais algumas investidas, a melhor chance do Glorioso no primeiro tempo veio em uma jogada confusa. Herrera chutou, mas a bola bateu na defesa do Bangu. Na sobra, Loco Abreu chutou em cima da zaga, e a bola sobrou para Caio, que acertou a trave.


JOBSON ENTRA, DÁ ASSISTÊNCIA, MAS BANGU EMPATA

Jobson entrou no intervalo, no lugar de Loco Abreu. A aposta de Oswaldo de Oliveira em usar três atacantes era mantida, e a esperança da torcida aumentava mais ainda. No entanto, os primeiros vinte minutos de jogo foram de pouca movimentação perigosa por parte das duas equipes.

No tempo técnico, Oswaldo promoveu a entrada de Cidinho em campo, no lugar de Caio. Mas, logo em seguida, aos 22, era Jobson que ia tendo seu momento de glória. Após passe de Cidinho, Jobson entrou na área e chutou no canto esquerdo de Willian, mas estava em impedimento, bem marcado pela arbitragem.

Mas não demorou para que o já maduro gol botafoguense saísse. Após belo passe de Jobson, Cidinho invadiu a área e chutou com força, sem chances para o goleiro. Finalmente, o Alvinegro largava na frente do placar, aos 28 minutos.

Mas, nem houve tempo suficiente para que a torcida pudesse comemorar. No minuto seguinte, Almir, que já vestiu a camisa alvinegra entre 2001 e 2005, acertou uma bomba da entrada da área, no canto esquerdo de Jefferson. Um golaço para empatar o jogo de maneira imediata.

A partir daí, as duas equipes procuraram se lançar ao ataque. O Botafogo ameaçava mais, só que errava nas finalizações. Jeferson, meia que entrou no segundo tempo, quase fez um golaço de falta, mas Willian fez bela defesa. No finzinho, o Bangu quase virou. Renan Oliveira entrou pela esquerda em contra-ataque, mas chutou por cima.

O empate pode até não ter sido mesmo o resultado mais justo, mas o fato de Jobson ter retornado aos gramados depois de seis meses acabou sendo mesmo o fato mais comemorado pelos torcedores botafoguenses que compareceram a Moça Bonita.

. . . . . . . . . . . . . . .

Video do jogo
 
 

Fotos do jogo
 
Foto: Gilvan de Souza
 
 
Foto: Gilvan de Souza
 
 
Foto: Gilvan de Souza
 
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.157
Vitórias 1.731
Empates 990
Derrotas 1.436
Gols Pró 7.339
Gols Contra 6.366
Saldo de Gols 973
Artilheiros
 
Ladislau 229
Moacir Bueno 204
Nívio 152
Menezes 138
Zizinho 126
Luís Carlos 119
Paulo Borges 109
Décio Esteves 97
Arturzinho 93
Marinho 83