Fundado em 17 de abril de 1904
Clube
História
Estádios
Símbolos
Presidentes
Futebol
Jogos
Títulos
Atletas
Técnicos
Competições
Informação
Livros
Crônicas
Reportagens
Por onde anda?
Estatísticas
Gerais
Confrontos
Campanhas
Ranking CBF
Competições
Multimídia
Fotos
Áudios
Vídeos

» 1ª Página » Informação » Notícias » Jogos


DUQUE DE CAXIAS 4 x 1 BANGU

FICHA TÉCNICA - Súmula
Competição:
Copa Rio (3ª Fase (Semifinal) - Grupo G - 1º jogo)
Local:
Estádio Romário de Souza Faria (Marrentão), em Xerém/Caxias (RJ)
Data-Hora:
Quarta-feira, 13/11/2013 - 16h (horário brasileiro de verão)
Renda:
R$ 1.500,00
Público:
250 pagantes (300 presentes)
Árbitro:
Maurício Machado Coelho Júnior (RJ)
Auxiliares:
Ivan Silva Araújo (RJ) e Marcello Oliveira da Costa (RJ)

Fernando; Sérgio Raphael, Iago e Emerson; Dudu, Pedroso, Lenon, Araruama (Arrabal - 43'/2ºT), Digão (Nathan - 35'/2ºT) e Rodrigues; João Carlos (Lucas - 45'/2ºT).
Técnico: Mário Júnior.

Luiz Guilherme; Juninho (Lucão - 12'/2ºT), Alex Lopes, Carlos Renan e Paulo Vitor; Mayaro, Fernando Junior (Matheus Pimenta - 17'/2ºT), Gabriel Galhardo e Christiano (Hygor Guimarães - 18'/1ºT); Bruno Santos e Rodrigo Pinho.
Técnico: Mazolinha.

Gabriel Galhardo (Bangu); Lenon (Duque de Caxias)
-
Bangu 0 x 1: João Carlos, aos 10min do 1º tempo
Bangu 0 x 2: João Carlos, aos 29min do 1º tempo
Bangu 1 x 2: Gabriel Galhardo, aos 32min do 1º tempo
Bangu 1 x 3: Digão, aos 36min do 1º tempo
Bangu 1 x 4: Nathan, aos 40min do 2º tempo

. . . . . . . . . . . . . . .

Duque de Caxias goleia o Bangu e fica mais perto da final
Fonte: Gabriel Andrezo (FutRio)

Tricolor pode perder por até dois gols de diferença que decidirá Copa Rio

O Duque de Caxias está muito perto de disputar sua primeira final de Copa Rio em toda a História. Nesta quarta-feira (13), o time bateu o Bangu pelo placar de 4 a 1 e pode até perder por dois gols de diferença que disputará a final da Copa Rio, contra Boavista ou Volta Redonda (que empataram em 0 a 0).

A partida começou com o predomínio do Duque de Caxias. Logo aos dez minutos, Rodrigues avançou em velocidade pela esquerda e cruzou na medida para João Carlos, que desviou de primeira e mandou no ângulo, abrindo o marcador no Marrentão. O Bangu tinha começado a partida mais atrás, mas passou a tomar mais a iniciativa em busca do empate, mas não chutava.

O Duque voltou a rondar a área banguense e conseguiu aumentar o placar numa falha de Luis Guilherme. Após falta de Rodrigues, o goleiro soltou bola que já tinha pego, dando a João Carlos a chance de se adiantar e marcar, de puxeta: 2 a 0, aos 29 minutos.

O Bangu reagiu de maneira imediata: Paulo Vitor cruzou da esquerda e Gabriel Galhardo, livre, de voleio, diminuiu o placar. No entanto, o Tricolor da Baixada fez o terceiro através de Digão. O camisa 10 bateu escanteio da direita, Luis Guilherme tentou socar a bola, mas a mesma passou por cima do goleiro e entrou: gol olímpico para o Duque.

Se Luis Guilherme falhou em dois gols, evitou pelo menos um deles ainda no primeiro tempo, quando João Carlos cabeceou no canto direito e só não marcou porque o goleiro banguense fez bela intervenção. O Bangu, que já tinha perdido logo cedo o meia Christiano, lesionado, passava grande aperto.


Duque segue melhor no segundo tempo

O segundo tempo também foi melhor para o Duque de Caxias, que esteve perto de fazer o quarto gol logo aos sete minutos. Rodrigues cruzou, João Carlos cabeceou na trave e Luis Guilherme tirou, no reflexo, bola que iria para o gol. Na sobra, Lenon bateu à queima-roupa e Luis fez outro milagre.

Mais tarde, foi a vez de Carlos Renan salvar o Bangu, em nova cabeçada de João Carlos, tirando em cima da linha. Depois de levar pressão, o Alvirrubro melhorou um pouco e passou a ter mais posse de bola, mas cometia muitas faltas. Nos contra-ataques, o Tricolor da Baixada chegou com Araruama, mas sem perigo.

Aos 33, o Bangu esteve perto de diminuir o prejuízo, quando Paulo Vitor bateu falta no travessão, superando Fernando, que chegou a tocar de leve na bola. O Bangu parecia perto do gol que reabriria completamente o confronto.

Porém, num contra-golpe, o Duque matou o jogo: Rodrigues cruzou da esquerda, João Carlos ajeitou de cabeça e Nathan, que entrou no segundo tempo, marcou seu primeiro gol como profissional: 4 a 1, aos 40 minutos, e uma tranquilidade muito maior para o clube da Baixada.


A partida
Duque de Caxias 4×1 Bangu – Copa Rio, semifinal, jogo de ida – 13/11/2013 às 16h

Estádio Marrentão (Duque de Caxias – RJ)
Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior
Assistentes: Ivan Silva Araújo e Marcello Oliveira da Costa

Duque de Caxias: Fernando; Sérgio Raphael, Iago e Emerson; Dudu, Pedroso, Lenon, Araruama (Arrabal 43'/2ºT), Digão (Nathan 35'/2ºT) e Rodrigues; João Carlos (Lucas 45'/2ºT). Técnico: Mário Júnior

Bangu: Luiz Guilherme; Juninho (Lucão 12'/2ºT), Alex Lopes, Carlos Renan e Paulo Vitor; Mayaro, Fernando Junior (Matheus Pimenta 17'/2ºT), Gabriel Galhardo e Christiano (Hygor Guimarães 18'/1ºT); Bruno Santos e Rodrigo Pinho. Técnico: Mazolinha

Cartões amarelos: Lenon (DCA); Gabriel Galhardo (BAN)

Gols: João Carlos 10'/1ºT (1-0); João Carlos 29'/1ºT (2-0); Gabriel Galhardo 32'/1ºT (2-1); Digão 36'/1ºT (3-1); Nathan 40'/2ºT (4-1)

Público: 250 pagantes (300 presentes)
Renda: R$ 1.500,00

. . . . . . . . . . . . . . .

Video do jogo
 
 

Fotos do jogo
 
Foto: Paulo Roberto
 
 
Foto: Vitor Costa
 
 
Foto: Vitor Costa
 
 
Foto: Vitor Costa
 
 
Foto: Vitor Costa
 
 
     
Livros
 
Estatísticas
 
Jogos 4.193
Vitórias 1.741
Empates 1.005
Derrotas 1.447
Gols Pró 7.385
Gols Contra 6.414
Saldo de Gols 971
Artilheiros
 
Ladislau 230
Moacir Bueno 206
Nívio 154
Menezes 138
Zizinho 127
Luís Carlos 126
Paulo Borges 109
Décio Esteves 98
Arturzinho 93
Marinho 86