Bangu Atlético Clube: sua história e suas glórias

Escudo Fluminense 0 x 1 Escudo Bangu
Fluminense   BANGU
Arquivo PDF Informações gerais
Arquivo PDF Boletim financeiro e Súmula
Competição Campeonato Carioca (Taça Guanabara - 1ª rodada)
Local Estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador (RJ)
Data e hora Quinta-feira, 27/01/2022 - 20h30
Renda R$ 60.480,00
Público 2.488 pagantes (2.719 presentes)
Árbitro Alex Gomes Stefano (RJ)
Auxiliares Diogo Carvalho Silva (RJ) e Fabiana Nobrega Pitta (RJ)
Escudo Fluminense Marcos Felipe; Nino, Felipe Melo (Luiz Henrique - intervalo) e David Braz; Samuel Xavier (Pineida - 19'/2ºT), André, Yago Felipe, Nathan (Martinelli - 29'/2ºT) e Cris Silva (Caio Paulista - 19'/2ºT); Willian Bigode (Cano - 38'/2ºT) e Fred.
Técnico: Abel Braga.
Escudo Bangu Paulo Henrique; Carlos Eduardo, Israel, Eduardo Brito (Guilherme Martins - 20'/2ºT) e Lucas Oliveira; Renatinho, Roberto Baggio, Denilson (Adsson - 14'/2ºT) e Luis Araújo (Lucas Duarte - 40'/2ºT); Daniel Dias (Igor Miranda - 20'/2ºT) e Santarém (João Vitor - 40'/2ºT).
Técnico: Felipe Loureiro.
cartão amarelo Fluminense: Felipe Melo
Bangu: Eduardo Brito
cartao vermelho -
Gols Bangu 1 x 0: Roberto Baggio, aos 14min do 1º tempo
. . . . . . . . . . . . . . .
Com falha de Felipe Melo e reforços apagados, Fluminense perde para o Bangu
Fonte: ge
Seis contratados fazem estreia no Tricolor, que mostra desentrosamento e é superado pelo time comandado pelo ex-craque Felipe na primeira rodada do Campeonato Carioca. Roberto Baggio marca o único gol da partida
Foto: André Durão
Felipe, técnico do Bangu, contra o Fluminense
Felipe, técnico do Bangu, contra o Fluminense

Resumão

O Fluminense teve a estreia de seis reforços na noite desta quinta-feira, no estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador, mas acabou derrotado pelo Bangu por 1 a 0, na estreia de ambos no Campeonato Carioca 2022. O Tricolor contou com as estreias de Willian Bigode, Nathan, Pineida, Cris Silva, Cano e Felipe Melo, este o responsável por perder a bola que culminou no gol adversário, marcado por Roberto Baggio, xará do "herói brasileiro" em 1994. Abel Braga, que fez a reestreia no Flu, vai ter trabalho para ajustar o time com menos de um mês para o primeiro confronto da pré-Libertadores, contra o Millonarios, no dia 22. Comandado pelo ex-craque Felipe, o Bangu se mostrou um time veloz e bem armado e que poderia ter vencido até por mais não fossem duas boas defesas de Marcos Felipe ainda no primeiro tempo.

Próximos jogos

O Flu volta a campo no domingo para enfrentar o Madureira, no Raulino de Oliveira, enquanto o Bangu tem pela frente o Botafogo, na mesma data, no Nilton Santos.

Primeiro tempo do Bangu

Com a estreia de quatro reforços desde o início, o Flu sofreu com o desentrosamento. A saída de bola com Felipe Melo centralizado, buscando muitas vezes lançamentos longos, até pareceu interessante no começo. Mas um erro do volante-zagueiro ao receber uma bola na fogueira de Nino e errar o passe foi fatal quando o Bangu fez a pressão, chegou ao fundo e o cruzamento rasteiro ainda teve corta-luz antes da finalização precisa de Roberto Baggio: 1 a 0. Com André e Yago apagados no meio, Fred isolado e os laterais Samuel Xavier e Cris Silva pouco inspirados, Nathan e Bigode tentaram buscar o jogo. O atacante quase empatou em finalização colocada. E o meia por pouco não roubou a bola do goleiro banguense por duas vezes. Mas foi o Bangu que quase ampliou em duas chegadas com chutes fortes que Marcos Felipe fez boas defesas.

Segundo tempo de pressão desorganizada do Flu

O Flu voltou com Luiz Henrique no lugar de Felipe Melo, empurrando assim o Bangu mais para trás. O jovem ponta tricolor logo começou a criar jogadas, dando duas boas bolas para Nathan arrematar com perigo. Abel promoveu a estreia de Pineida na vaga de Samuel Xavier aos 20, e Caio Paulista foi lançado na vaga de Cris Silva. Fred quase marcou em jogada individual, e Abel lançou Cano na vaga de Willian. O Flu tentou até os 53 minutos, em cobrança de falta de Fred, mas não era noite. O desentrosamento pesou.

. . . . . . . . . . . . . . .
Fluminense vai mal, sai vaiado e perde para o Bangu na estreia do Carioca
Fonte: Lance! (Luiza Sá)
Time tricolor reclamou muito de um pênalti no último lance, em Cano, mas o árbitro marcou falta fora da área
Foto: Lucas Merçon / Fluminense F.C.
Fluminense foi derrotado pelo Bangu na estreia do Campeonato Carioca
Fluminense foi derrotado pelo Bangu na estreia do Campeonato Carioca

O Fluminense ficou muito mais tempo com a bola no pé e rondou, mas foi mal e perdeu para o Bangu por 1 a 0, na estreia do Campeonato Carioca, nesta quinta-feira. Com diversos reforços fazendo sua primeira partida, o Tricolor freou as expectativas do torcedor ao apresentar pouco repertório ofensivo e espaços na defesa. O gol dos visitantes no Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, foi Roberto Baggio.

Com o resultado, o Flu fica entre as equipes que ainda não conquistaram pontos, enquanto o Bangu conquista os primeiros três e se junta a Vasco, Flamengo e Madureira, o próximo adversário do Tricolor. O time de Abel Braga volta a entrar em campo no domingo, às 18h, em Volta Redonda. O Bangu visita o Botafogo no mesmo dia, às 16h.

AS MUDANÇAS DE ABEL

O primeiro time de Abel Braga na quarta passagem pelo Fluminense teve três zagueiros, cinco no meio e Willian Bigode ao lado de Fred no comando do ataque. O que se viu na prática foi um Tricolor que começou fazendo pressão alta no Bangu, mas apresentou pouco repertório para finalizar. Atrás, uma avenida de espaços para o adversário crescer e se aproveitar. O time foi lento nas transições e fez um primeiro tempo para quebrar totalmente a expectativa alta do torcedor.

PRESSÃO E... GOL DO BANGU

O Flu, como previsto, começou o jogo indo para cima e com mais posse de bola, tentando ameaçar o adversário. Fazendo uma pressão alta, o Tricolor tentava sufocar o Bangu. No entanto, foram os adversários quem aproveitaram melhor os espaços. Após erro na saída de bola com Felipe Melo, os visitantes recuperaram a bola, armaram o contra-ataque rápido e Baggio apareceu sozinho após cruzamento para colocar no gol.

TÁ DIFÍCIL

O Flu até melhorou no segundo tempo, após a entrada de Luiz Henrique na vaga de Felipe Melo. Em um novo esquema, o Tricolor tentou ser mais perigoso, especialmente com chutes de Nathan, mas não teve muito sucesso. Martinelli, que entrou na vaga do novo meia, também chutou, mas para fora. O Bangu ia fazendo cera e tentando matar o tempo como podia, enquanto o Fluminense tentava se encontrar no ataque.

PRESSÃO

Nem precisou de muito tempo para o torcedor ter um gostinho de Germán Cano e Fred atuando juntos. Já aos 38 minutos, Abel Braga precisou acionar o centroavante no banco para a pressão final do Fluminense e sacou Willian Bigode. O camisa 9 apareceu pouco durante o segundo tempo, mas teve duas boas chances que passaram perto do gol.

NÃO DEU

Foram oito minutos de acréscimo para tentar compensar todo tempo que os jogadores do Bangu ficaram caídos no gramado. Até André tentou um chute, mas a noite realmente não era do Fluminense. A equipe chegou a reclamar de alguns pênaltis, inclusive no último lance, quando Germán Cano caiu dentro da área, mas o árbitro marcou a falta fora. No fim, o goleiro defendeu a cobrança de Fred e tudo terminou em vitória do Bangu, vaias da torcida e xingamentos a Abel Braga.

. . . . . . . . . . . . . . .
audio Áudio do jogo
video Video do jogo
foto Fotos do jogo
Foto: Caio Almeida (Bangu Atlético Clube)
Foto do jogo
Foto: Caio Almeida (Bangu Atlético Clube)
Foto do jogo
Foto: Caio Almeida (Bangu Atlético Clube)
Foto do jogo
Foto: Caio Almeida (Bangu Atlético Clube)
Foto do jogo
Foto: Caio Almeida (Bangu Atlético Clube)
Foto do jogo
Foto: Caio Almeida (Bangu Atlético Clube)
Foto do jogo
Foto: Caio Almeida (Bangu Atlético Clube)
Foto do jogo
Foto: Caio Almeida (Bangu Atlético Clube)
Foto do jogo
Foto: Caio Almeida (Bangu Atlético Clube)
Foto do jogo
Foto: Caio Almeida (Bangu Atlético Clube)
Foto do jogo
scout Scout do jogo

Fonte: Footstats I2A
FLUMINENSE Fundamento BANGU
1' Tempo 2' Tempo Total Total 2' Tempo 1' Tempo
1752089.7% 2351892.9% 4103891.5% Passes 1563482.1% 631778.8% 931784.5%
1233.3% 21214.3% 31417.6% Finalizações 3730.0% 020.0% 3537.5%
7370.0% 7277.8% 14573.7% Desarmes 9469.2% 6275.0% 3260.0%
3730.0% 62221.4% 92923.7% Cruzamentos 060.0% 030.0% 030.0%
5838.5% 8657.1% 131448.1% Lançamentos 92031.0% 31220.0% 6842.9%
10100.0% 10100.0% 20100.0% Interceptações 1150.0% 010.0% 10100.0%
1150.0% 40100.0% 5183.3% Dribles 10100.0% 10100.0% 000.0%
10100.0% 000.0% 10100.0% Viradas de jogo 20100.0% 000.0% 20100.0%
56.08 65.1 60.81 Posse de bola 39.19 34.9 43.92
0 0 0 Gols 1 0 1
1 9 10 Escanteios 4 0 4
1 10 11 Assistências para finalização 6 1 5
0 0 0 Assistências 1 0 1
3 1 4 Defesas 7 6 1
1 0 1 Defesas difíceis 0 0 0
6 6 12 Rebatidas 39 26 13
8 8 16 Faltas cometidas 17 6 11
11 6 17 Faltas sofridas 16 8 8
1 2 3 Impedimentos 1 1 0
0 0 0 Pênaltis 0 0 0
10 18 28 Perda da posse de bola 26 12 14
1 0 1 Cartões amarelos 1 0 1
0 0 0 Cartões vermelhos 0 0 0

Mapa de calor

FLUMINENSE
Mapa de calor

BANGU
Mapa de calor