Bangu Atlético Clube: sua história e suas glórias
“Hei de Torcer”: o documentário da ESPN que exaltou as torcidas de times pequenos do Rio
21/08/2022
Fonte: Verminosos por Futebol (Yuri Melo)
Produção do canal por assinatura, lançada em 2012, aborda a magia do futebol de subúrbio
Foto: Reprodução
Hei de torcer
Bonsucesso, Olaria, Madureira, São Cristóvão, Portuguesa e Bangu são abordados

Assim como a sociedade mudou com o passar dos anos, o futebol também. Times evoluíram, outros regrediram e alguns sumiram. O documentário “Hei de Torcer”, lançado pela ESPN Brasil em 2012, nos mostra que a paixão verdadeira de um torcedor é imune a qualquer ostracismo. A obra mergulha fundo na vida de torcedores de times pequenos do Rio de Janeiro.

Bonsucesso, Olaria, Madureira, São Cristóvão, Portuguesa e Bangu são os times abordados na produção, uma parceria com a Terra Vermelha Filmes. Através da ótica de torcedores de cada clube, é possível entender como é torcer por um clube que sofre para sobreviver – e que tem um sonho distante de voltar aos holofotes.

Declarações de amor

O subúrbio carioca vira palco de uma verdadeira sucessão de declarações de amor em todo o documentário. É impossível não se sentir tocado em cada depoimento de torcedores que viram personagens essenciais de uma história de perseverança.

Sim, esses torcedores representam um ato de resistência. Escolheram seguir times que, provavelmente, nunca irão conquistar títulos de relevância, a torcer para algum dos quatro grandes da cidade – Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo.

Mesmo com tantas dificuldades, o documentário não foca nas estruturas precarizadas ou na falta de organização dos clubes. “Hei de Torcer” prioriza a alegria e o amor mais puro, presente no coração desses torcedores. Um manifesto de romantismo do futebol suburbano.

No final da produção, a equipe do documentário fez a cobertura de partidas decisivas da segunda divisão do Carioca, onde alguns desses times se encontravam à época. Alguns vencem, outros perdem, uns sobem, outros caem (ainda mais!). Alegria e tristeza, que normalmente presenciamos entre torcedores de clubes grandes, estão ali presentes. Claro, ele pode estar longe da elite, mas continua sendo o mesmo futebol de sempre.

Assista ao documentário: